enhanced by Google
  • Educação
  • Noticiário

Profissões e Cursos /

Tecnólogo em Agronegócios

Quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Profissões e Cursos /

Profissional gerencia todos os elos da cadeia de produção agroindustrial, desde os insumos necessários para a produção agrícola até as estratégias de comercialização do produto final. Curso Superior de Tecnologia em Agronegócios tem foco na gestão da produção e comercialização agroindustrial


O Tecnólogo em Agronegócios é responsável por gerenciar todos os elos de uma cadeia de produção agroindustrial, desde os insumos necessários para a produção agrícola até as estratégias de comercialização do produto final, passando pelas práticas de atividades de armazenagem, conservação, industrialização, distribuição e negociações envolvidas neste processo. "Trata-se de um profissional altamente qualificado no domínio e difusão do conhecimento e capaz de contribuir, de maneira própria, ao desenvolvimento econômico de uma região", afirma Guilherme Augusto Malagolli, coordenador do curso Superior de Tecnologia em Agronegócios da Fatec Taquaritinga, no Interior do Estado/SP.

Segundo ele, o candidato a essa carreira deverá desenvolver, ao longo do curso, uma formação humanística consistente e visões globais. "Dessa forma, estará devidamente habilitado para compreender o meio social, político, econômico e cultural onde estará inserido, estando capacitado a tomar decisões em um mundo globalizado, diversificado e que passa por mutações contínuas e extremamente rápidas", explica Malagolli.

Áreas de atuação

O leque de atuação profissional é muito amplo para o Tecnólogo em Agronegócios. De acordo com o educador, as opções vão desde a Agroindústria (indústrias de alimentos, implementos agrícolas, papel e celulose, bebidas, usinas de açúcar e álcool, borracha, têxtil, couro etc.) até as empresas de comercialização destes produtos. "Esse profissional pode desenvolver trabalhos que melhorem as condições de produção, negociação e distribuição dos produtos agrícolas, em instituições de pesquisas, na área de planejamento do processo produtivo e em cooperativas", relata o coordenador.

De acordo com Malagolli, o formado nessa área terá conhecimento das técnicas de gestão, tornando-o capaz de exercer julgamento, avaliar riscos e tomar decisões, o que lhe permitirá abrir seu próprio negócio. "Para tanto, deve ser capaz de estabelecer uma compreensão sistêmica e estratégica, de modo integrado e relacionado com o meio ambiente externo, além de acompanhar a evolução das tecnologias que se relacionam diretamente ou indiretamente com as atividades que exerce", diz.

No que tange às áreas mais promissoras para o Tecnólogo em Agronegócio, Malagolli cita a expansão da produção sucroalcooleira, de biocombustíveis e a ampliação das exportações de alimentos, setores que, segundo ele, têm chamado bastante atenção atualmente.

"De acordo com dados da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia), só as vendas dos produtos industrializados para o exterior aumentaram 18% em 2005 e atingiram US$ 20,1 bilhões, o que representa um volume de 44,6 milhões de toneladas. Este é apenas um dos exemplos que mostram a necessidade de profissionais envolvidos nas áreas de planejamento, distribuição, conservação, negociação e comercialização de alimentos", analisa Malagolli.

"O tecnólogo em Agronegócios pode realizar pesquisas e trabalhos no desenvolvimento de novas tecnologias como, por exemplo, de implementos mais eficientes que permitam o cultivo e colheita em terrenos muito irregulares, cuidados no tratamento de resíduos, desenvolvimento de novos produtos etc.", complementa o coordenador.

Perfil

Para o coordenador de Agronegócios da Fatec Taquaritinga, o aluno que deseja cursar essa carreira deve ser uma pessoa que saiba se comunicar bem, tenha uma visão de mercado e tendências, faça planejamentos, busque informações e goste de se manter atualizado. "Segundo pesquisas publicadas no livro Recursos Humanos para o Agronegócio Brasileiro, do Professor Dr. Mário Otávio Batalha, as principais qualidades e conhecimentos esperados desse profissional estão relacionadas às qualidades pessoais: comunicação e expressão, conhecimentos de economia e gestão, sistemas de produção e sistemas de informação", afirma.

Para Malagolli, o formado nessa área deverá ter conhecimento das técnicas de gestão, além de ser capaz de usar os dados financeiros e econômicos para exercer julgamento, avaliar riscos e tomar decisões de negócios. "Deverá, portanto, ser capaz de estabelecer uma compreensão sistêmica e estratégica, de modo integrado e relacionado com o meio ambiente externo", completa.

Curso

O Curso Superior de Tecnologia em Agronegócios, ministrado de forma gratuita na Fatec Taquaritinga, tem a duração de três anos (seis semestres). No total, são 2.848 horas/aula, sendo 400 delas de estágio obrigatório, a ser cumprido em empresas do setor.

O curso oferece Disciplinas de Formação Básica (Cálculo, Economia, Teoria da Administração, Comunicação e Expressão, Espanhol, Inglês, Noções de Direito, Qualidade, Contabilidade, Pesquisa Operacional, Fundamentos do Agronegócio, entre muitas), Disciplinas de Formação Profissionalizante (Marketing Aplicado ao Agronegócio, Inocuidade e Proteção Sanitária, Sistema de Produção Vegetal, Gestão de Pessoas no Agronegócio, Tecnologias Florestais, Associativismo e Cooperativismo Agrícola, Segurança Empresarial e Responsabilidade Social), e Disciplinas de Formação Específica (Gestão da Produtividade na Agroindústria, Logística Aplicada a Agroindústria, Gestão do Agroturismo, Tecnologia de Alimentos, Comércio Exterior e Relações Internacionais, Projetos de Financiamentos e Exportação etc.).

"O Curso de Agronegócios é, antes de mais nada, um curso de negócios, com foco na gestão da produção e comercialização agroindustrial", explica Malagolli.

Onde estudar

Além da Fatec Taquaritinga, há outras unidades do Centro Paula Souza – instituição do Governo/SP responsável pelos processos seletivos das Fatecs e das Escolas Técnicas no Estado de São Paulo – que oferecem o curso de Agronegócio (ver site www.centropaulasouza.sp.gov.br). Para ingressar é preciso obter aprovação no Vestibular. As inscrições para o primeiro processo seletivo de 2008, que oferece vários cursos, entre eles Agronegócio, estão abertas até o dia 19 deste mês (ver reportagem na seção "Vestibulando & Cia" do nosso site).

Mercado

Segundo o professor Malagolli, o mercado de trabalho na área do Agronegócio está em expansão. Para ele, é cada vez maior a demanda por profissionais qualificados que tragam visão empresarial para as atividades do campo e para os elos subseqüentes da cadeia.

"Nos últimos anos, poucos países tiveram um crescimento tão expressivo no comércio internacional do Agronegócio quanto o Brasil. Em 10 anos, o País dobrou o faturamento com as vendas externas de produtos agropecuários e teve um crescimento superior a 100% no saldo comercial, resultado que levou a Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (Unctad) a prever que o Brasil será o maior produtor mundial de alimentos na próxima década", aponta o educador.

Sites indicados

Tanto estudantes quanto profissionais da área contam com boas opções de sites na Internet onde poderão atualizar-se sobre o assunto. Veja alguns deles, indicados pelo coordenador do curso Superior de Tecnologia em Agronegócios da Fatec Taquaritinga:

www.fundacaofia.com.br/pensa
www.gepai.dep.ufscar.br
www.portaldoagronegocio.com.br
www.agronegocios-e.com.br/agronegocios


Rogerio Jovaneli/SP

  • Tags:

COMENTÁRIOS

2 Comentário(s)
  • Seu nome  
  • Seu email    
  • Seu comentário  
  • Getulio Gandolfi
    08/09/2014 12:09
  • A todos os que amam a cultivam a terra!
  •  
  • Bruna
    24/10/2012 19:43
  • Muito bom!
  •  
161.978 vagas no site
PROVAS ANTERIORES SIMULADOS ONLINE

32.299
Provas disponíveis

42.037
Questões disponíveis