Notícia › Concursos
  • indique
  • imprimir
    Concurso Banco do Brasil

    Professores dão dicas específicas por matéria

    Sexta-feira, 28 de maio de 2010

    imagem

      O Banco do Brasil encerrou recentemente as inscrições para o cargo de escriturário, com lotação no Estado de São Paulo. Agora, resta aos candidatos entrarem na reta final de estudos para a prova, que está prevista para o dia 6 de junho. Para ajudá-lo a sair na frente neste grande processo seletivo, o JC&E convidou os professores da Academia do Concurso para darem dicas específicas por disciplina, baseando-se no conteúdo programático oficial. Confira!

       

      Conhecimentos em informática, por Eduardo da Hora
      Diante do edital, o candidato tem que focar em BrOffice e Linux. São questões frequentes nos últimos concursos da FCC. Ícones e menus também vão estar na prova. Sobre Internet, é bom ficar atento ao tipos de trojan, malware, spyware - já que eles são utilizados por “Hackers” para invasão nas próprias agências. A banca Carlos Chagas normalmente enfatiza em suas provas: Rede, Excel, Hardware e Segurança.

       

      Matemática, por Benjamin César 

      É importantíssimo estudar todo o programa do concurso, mas você pode dedicar uma atenção maior aos assuntos que têm sido cobrados com maior frequência, tais como:

      - Probleminhas envolvendo equações do 1º grau ou proporcionalidade;
      - Sequências numéricas que poderão ser matemáticas ou não;

      - Questões envolvendo porcentuais;
      - interpretação e análise de gráficos.
      Com relação à Matemática Financeira, juros simples as operações com as taxas o cálculo das rendas e os sistemas de amortização merecem destaque.

      No geral, leia cuidadosamente os enunciados, pois isso é fundamental.
       

      Conhecimentos Bancários, por Carlos Arthur Newlands Junior

      Estes são os tópicos e assuntos, dentro do conteúdo do edital para o concurso do Banco do Brasil/SP interior, que eu considero mais importantes e mais prováveis de serem pedidos:

       
      - Atribuições e competências do Conselho Monetário Nacional e do Banco Central;
      - Instituições financeiras e intermediários financeiros: características e principais operações desenvolvidas pelo(a)s: bancos comerciais; caixas econômicas; cooperativas de crédito; bancos comerciais cooperativos; bancos de investimento; bancos de desenvolvimento; sociedades de crédito, financiamento e investimento; sociedades de arrendamento mercantil; sociedades corretoras de títulos e valores mobiliários; sociedades distribuidoras de títulos e valores mobiliários;
      - Previdência privada aberta e fechada;
      - CDB/RDB;
      - Fundos de investimento;
      - BM&F Bovespa;
      - Diferença entre companhias abertas e companhias fechadas;
      - Negociação à vista de ações: tipos de ordem, prazo de liquidação;
      - Debêntures: conceito e características básicas;
      - Câmbio: agentes autorizados; ofertantes e demandantes; posição de câmbio; ACC;
      - Derivativos: conceitos básicos de contratos a termo, futuros, opções e swap; diferenças entre contrato a termo e contrato futuro;
      - Garantias: diferença entre aval e fiança; alienação fiduciária; FGC.

      A banca é a FCC; podemos antever uma prova possivelmente com respostas aonde o erro pode estar em um sufixo indevido, numa palavra “não” fora de contexto, num advérbio excludente (“somente, unicamente, exclusivamente”, etc.) ou na inversão da ordem de afirmações que altere o sentido. A FCC também tem por tradição elaborar questões com resposta muito parecidas entre si. Portanto, minha orientação é que, ao fazer a prova, não utilize “leitura dinâmica”.

       

      Raciocínio Lógico, por Benjamin César

      Para a prova de RLM é fundamental saber a tabela verdade das proposições compostas, as equivalências e suas aplicações. As questões em que será necessário chegar a conclusões a partir de informações dadas também são muito comuns.

      Problemas de contagem, envolvendo as permutações simples e as combinações simples ou com repetição merecem destaque.

      Uma vez mais é bom lembrar a atenção com os enunciados. A leitura atenta e cuidadosa é fundamental.


      Língua Portuguesa, por Sandro Lucena

      Oriento aos alunos que farão o concurso para o Banco do Brasil que tenham uma atenção redobrada  quanto à regência e emprego do acento indicativo de crase. São dois fortes assuntos cobrados na prova de português. Cuidado também com o estudo da pontuação e  da concordância verbal e nominal.


      É muito importante que os candidatos tenham o hábito da leitura, o que facilita a aprendizagem da ortografia e acentuação gráfica das palavras. Além de enriquecer o vocabulário e  auxiliar o mecanismo de interpretação de textos.

       

      Habilidades no atendimento, por Monique Aguillar

      A orientação é que o candidato esteja atento a tópicos como “8 p´s” e características básicas de marketing de serviços, sac e ouvidoria, relacão custo e benefício e construção do conceito de valor, necessidade, fidelização, propaganda x publicidade, marketing e vendas, código de ética dos teleoperadores, marketing direto, marketing de relacionamento e regras de postura em atendimento.  

      A Lei 10.098/00 fala sobre acessibilidade para portadores de necessidades especiais e mobilidade reduzida; a Lei n.º 10.048/00 fala sobre atendimento prioritário; e o decreto n.º 5.296/04 regulamenta e amplia essas duas leis. Devemos saber quem possui atendimento diferenciado e todas as regras de acessibilidade em prédios públicos e estacionamento. Diante disso, eu indico ainda que o candidato faça muitos exercícios durante a reta final.

       

      Atualidades, por Orlando Stiebler

      Para essa prova, é importante o candidato ficar atento aos assuntos mais recentes e relevantes que saíram na imprensa. Temas como meio ambiente e sustentabilidade têm caído em várias provas, e a COP 15, encerrada em dezembro, pode ser uma aposta. A crise econômica mundial e a atual situação da Grécia merece destaque, assim como a questão nuclear e o posicionamento do Irã. Falando em Irã, a política externa brasileira tem sido um tema presente, e por isso vale lembrar os polêmicos laços do governo Lula com Ahmadinejad, a turbulenta relação com os vizinhos como o Paraguai, Venezuela, Equador, entre outros. A atuação de novos organismos criados ao redor do mundo também são interessantes, e tenho visto questões sobre a ALBA, BRIC, IBAS, UNASUL... Sobre temas nacionais, fica a dica de estudar temas sobre educação, saúde, segurança e assuntos polêmicos como a construção da hidrelétrica de Belo Monte no Pará.

       

       

      Veja também:

       

      Banco do Brasil: especialistas dão orientações para o concurso

       

      Banco do Brasil: rápida progressão na carreira é atrativo do órgão

      • Concursos de Nível
      • Concursos da Área
      • Concursos no Estado