Notícia › Concursos
  • indique
  • imprimir
Especial Sabesp

Prepare-se para a avaliação de português

Sexta-feira, 17 de abril de 2009

imagem

O concurso da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), que encerrou o período de inscrições na última semana, tem tudo para se tornar um dos mais concorridos deste ano. Isto porque a companhia abriu 1.771 oportunidades, voltadas a profissionais de todos os níveis de escolaridade – fundamental incompleto, fundamental completo, médio, técnico e superior – e com salários que variam de R$ 611 a R$ 9,5 mil.

 

Pensando na avaliação objetiva, agendada para 10 de maio, o Jornal dos Concursos & Empregos preparou duas reportagens especiais sobre o conteúdo programático que será cobrado no exame.

 

A ideia é dar dicas de estudo aos candidatos e, assim, contribuir para que eles conquistem bons resultados na prova.

 

Nesta primeira parte, o assunto da vez é a língua portuguesa, já que, não é de hoje, esta disciplina pode ser vista como de enorme importância em qualquer tipo de concurso. “Geralmente, há mais questões de português que de outras disciplinas. Por isso, saber bem o português ainda faz a diferença”, afirma Sandra Carrasco, consultora, professora de língua portuguesa para concursos e colunista do JC&E.

 

Na seleção da Sabesp, os inscritos aos cargos de níveis fundamental e médio terão de responder a 20 questões de português. Os concorrentes à maioria das funções de níveis técnico e superior, por sua vez, enfrentarão 15 perguntas.

 

Mais pedidas – De acordo com a professora, as provas de nível fundamental incompleto costumam concentrar perguntas sobre ortografia e aspectos semânticos, como significado das palavras, pontuação, noções de sintaxe e compreensão de texto.


Para candidatos de outros níveis de escolaridade, Sandra ressalta que a preocupação deve estar centrada nas flexões de classes de palavras, domínio de verbos, além de conhecimentos textuais e interpretativos.

 

Quando o tema é interpretação de texto, a especialista garante que prestar atenção às palavras-chave de cada parágrafo é a forma mais fácil de compreender o assunto abordado. “Sempre que possível, resuma os aspectos mais importantes de cada parágrafo, pois isto facilitará a compreensão do conteúdo textual, formando a síntese lógica”.

 

Em grande parte dos processos seletivos, incluindo o concurso da Sabesp, algumas matérias do português são pedidas com frequencia nos exames e se tornam um grande empecilho para os candidatos. É o que acontece com a regência, a colocação pronominal, a concordância, os verbos (regulares, irregulares e auxiliares) e a crase.

 

Segundo Sandra, estes itens exigem que o aluno possua conhecimentos prévios de morfologia e de sintaxe e acabam representando o  que se pode chamar de calcanhar de Aquiles para os concurseiros.

De fato, apenas o cargo de ajudante geral A (nível fundamental incompleto), na Sabesp, não apresenta estes itens no conteúdo programático. Por isso, é preciso ter atenção redobrada na hora de estudar estes pontos.

 

Dicas de estudo – Independente da disciplina, o primeiro passo para quem deseja conseguir a aprovação em um concurso é estudar o que está descrito no edital. Para a professora, o segredo está no trabalho contínuo. Assim, é imprescindível que o candidato reveja o conteúdo programático diariamente e de maneira disciplinada para, segundo Sandra, revitalizar a memória.


Especificamente em relação ao português, a professora definiu uma ordem de estudos. “Comece a estudar ortografia e se aprofunde na morfologia sintática, ou seja, nas classes de palavras e suas funções sintáticas na frase”.


De acordo com ela, esta é uma forma de entender o que se escreve e a compreensão sobre regência, concordância, crase, colocação pronominal e até mesmo pontuação dependem desse entendimento morfossintático. 


Para completar, a especialista aponta a importância de se desenvolver o hábito da leitura. “Aconselho leituras periódicas de jornais, revistas, além de gêneros literários. Dessa forma, o concorrente corrigirá erros sem nenhum esforço”, finaliza.



Conteúdo programático – Língua portuguesa

 

Nível fundamental incompleto: 4ª série: compreensão de texto. Sinônimos e antônimos. Frases afirmativas, negativas, exclamativas, interrogativas. Noções de número (singular e plural). Noções de gênero (masculino e feminino). Concordância do adjetivo com o substantivo e do verbo com o substantivo e o pronome. Pronomes pessoais e possessivos. Verbos ser, ter e regulares. Reconhecimento de frases corretas e incorretas.

 

Níveis fundamental completo, médio e técnico: interpretação de texto. Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras. Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Pontuação. Substantivo e adjetivo (flexão de gênero, número e grau). Verbos (regulares, irregulares e auxiliares). Emprego de pronomes, preposições e conjunções (emprego e sentido que imprime às relações que estabelecem). Concordância verbal e nominal. Crase. Regência.

 

Nível superior: interpretação de texto. Ortografia. Acentuação. Pontuação. Emprego das classes de palavras (substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio). Preposição e conjunção (emprego e sentido que imprime às relações que estabelecem). Vozes verbais (ativa e passiva). Colocação pronominal. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Crase. Sinônimos e antônimos. Sentido próprio e figurado das palavras.

  

 

Talita Fusco