Auxílio Brasil: Caixa libera último pagamento da primeira parcela; saiba quem pode receber

A primeira parcela do Auxílio Brasil tem um valor médio de R$ 270, que podem receber um retroativo de R$ 400 após aprovação da PEC dos Precatórios

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 22/11/2021, às 08h46 - Atualizado em 30/11/2021, às 08h22

Auxílio Brasil - Pagamento da primeira parcela
Auxílio Brasil - Pagamento da primeira parcela - JC Concursos

Nesta quarta-feira (24), a Caixa Econômica Federal realizou o pagamento da primeira parcela do Auxílio Brasil para os beneficiários com o Número de Inscrição Social (NIS) final 0. Apesar do governo federal prometer um valor de R$ 400, o Ministério da Cidadania divulgou um valor médio de R$ 270. Contudo, o valor poderá ser atualizado com a aprovação da PEC dos Precatórios no Congresso Nacional. 

Quem ainda está com dúvida sobre a disponibilidade do Auxílio Brasil poderá consultar as informações sobre datas de pagamento, valor e composição das parcelas através de dois aplicativos: o Auxílio Brasil e o Caixa Tem

Auxílio Brasil: Calendário de Pagamentos
Divulgação Ministério da Cidadania

 

As famílias que já eram atendidas pelo antigo Bolsa Família não precisam atualizar os dados dos Cadastro Único (CadÚnico), pois o governo integrou estes beneficiários automaticamente no sistema. Caso tenha interesse em participar do Auxílio Brasil, você deve fazer a inscrição no CadÚnico, sistema para averiguar as necessidades sociais dos cidadãos, em um Centro de Referência de Assistência Social mais próximo da sua casa.

Para receber o Auxílio Brasil, a família deve cumprir os seguintes requisitos:

  • frequência escolar mensal mínima de 60% para crianças de 4 e 5 anos de idade, e de 75% para famílias com estudantes de 6 a 21 anos; 
  • cumprir o calendário nacional de vacinação; 
  • fazer o acompanhamento do estado nutricional de crianças com até 7 anos incompletos, e do pré-natal para as gestantes.

Sobre o Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil é composto por três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga um emprego ou tenha um filho que se destaque em competições esportivas, científicas e/ou acadêmicas. 

Podem receber o Auxílio Brasil as famílias com renda per capita de até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e aquelas com renda per capita de até R$ 200, consideradas em condição de pobreza. 

Segundo o Ministério da Cidadania, neste primeiro mês de funcionamento do novo programa social, serão contempladas mais de 14,5 milhões de famílias em um investimento superior a R$ 3,25 bilhões.

*com informações da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais informações sobre os benefícios sociais no JC Concursos

Comentários

Mais Lidas