O metabolismo dos concurseiros

O “metabolismo dos concurseiros” envolve o processo de captação e recebimento das informações à transformação em conhecimento potencial exigido pelas organizadoras de seleções públicas.

Redação
Publicado em 28/05/2014, às 11h25

J. W. Granjeiro

Um dos questionamentos que tenho ouvido com mais frequência ao longo dos anos entre os concurseiros diz respeito ao tempo de preparação até a aprovação. Muitos se intrigam com o fato de estudarem há anos e ainda não terem conquistado o sonhado cargo público, enquanto outros são aprovados logo no primeiro concurso que fazem. O que costumo dizer a esses concurseiros aflitos é: não se apavorem, ninguém é melhor nem mais capaz que ninguém!

Mas, então, por que para alguns parece demorar tanto? Como ocorre com o metabolismo humano, que tem funcionamento exclusivo para cada indivíduo,todos nós passamos por um processo de preparação também particular e exclusivo,de duração variável conforme nossas características particulares.

O metabolismo é definido como conjunto de reações químicas responsáveis pela produção de síntese e degradação dos nutrientes nas células.Em outras palavras, é a taxa com que o corpo queima calorias e produz energia para se manter vivo. Inúmeros são os fatores que o influenciam, como genética,idade, peso, altura, sexo, temperatura ambiente e prática de atividade física. Assim,um indivíduo, de acordo com a conjugação desses fatores, pode despender mais ou menos energia do que outro. É por isso que vemos pessoas magras que comem de tudo e não engordam de jeito nenhum, enquanto outras lutam muito para perder alguns poucos quilos a mais.

Essas particularidades também explicam a diferença de tempo decorrido até a aprovação em concurso entre os muitos candidatos. Analogamente, o “metabolismo dos concurseiros” envolve o processo de captação e recebimento das informações à transformação em conhecimento potencial exigido pelas organizadoras de seleções públicas. O metabolismo, apesar de ser um processo orgânico, pode ter seu funcionamento acelerado. Um dos aspectos que mais concorrem para essa aceleração é a disciplina. É preciso desenvolver uma rotina saudável, seja na alimentação ou no estudo – rotina que seja baseada, acima de tudo, na persistência.

Sabemos que há alimentos que, por sua composição, levam mais tempo para ser metabolizados. Igualmente, há conteúdos de assimilação mais difícil para alguns estudantes. Assim, da mesma forma que alguém que precisa entrar em uma dieta baseada em vegetais e saladas tem de rever sua relação com esses alimentos, um concurseiro com dificuldade em compreender e processar certas disciplinas deve dedicar a elas um pouco mais de tempo e não vê-las como “monstros”.

Quanto menor o gasto calórico, menor será a energia gasta, mais calorias ficarão armazenadas e logo se entrará na faixa de sobrepeso. Por isso,outro aspecto essencial à melhora do desempenho metabólico é a atividade física. A gordura, nada mais que energia acumulada, pode ser comparada às informações que recebemos ao longo de meses de aulas e de estudo, mas não as colocamos em prática. O resultado é que elas passam a sobrecarregar o metabolismo intelectual. Da mesma forma que os exercícios físicos contribuem para a queimada energia em excesso e proporcionam inúmeros benefícios à saúde, a resolução de questões e de provas de concursos anteriores ajuda a fixar a matéria e desenvolve experiência acerca da abordagem da banca examinadora.

Não há uma dieta para acelerar o metabolismo e nem um método de estudo que possam ser considerados universais. A situação de cada indivíduo deve ser analisada com base em suas peculiaridades. Sugiro, então, que,inspirado por essas dicas, você monte sua própria estratégia em prol do sucesso almejado: o ingresso no serviço público. Observe como funciona seu organismo e em quais circunstâncias ele trabalha melhor e produz mais resultados. Repare bem nos ambientes e nos horários de estudo em que você se sente mais produtivo.Avalie em que medida a releitura de anotações e a transcrição das notas de aula contribuem para a sua aprendizagem. Mensure quanto tempo deve ser dedicado acada disciplina.

E o mais importante: não se desespere com o tempo que você leva para ser aprovado. Não siga dicas mirabolantes que coloquem em risco a sua saúde. Entre em sintonia consigo mesmo e dedique-se, com calma, apenas a melhorar seu desempenho, preenchendo as lacunas necessárias e efetuando as devidas correções. O autoconhecimento será determinante para você finalmente alcançar a sonhada aprovação. Feliz cargo novo!

J. W. Granjeiro é diretor-presidente do Gran Cursos e coordenador do Movimento pela Moralização dos Concursos (MMC):www.professorgranjeiro.com, www.twitter.com/jwgranjeiro e http://facebook.com/professorgranjeiro.

APOSTILAS PARA CONCURSOS - CLIQUE AQUI.

Comentários

Mais Lidas