O perfil de algumas organizadoras

Confira neste artigo, as dicas da professora Sandra Ceraldi Carrasco sobre questões de português mais cobradas nas provas das principais organizadoras de concursos públicos de todo o país.

Redação
Publicado em 25/07/2014, às 15h52

Sandra Ceraldi

A seguir, saiba como a matéria de português é cobrada nas provas das principais organizadoras de concursos públicos do país!

A Consulplan é uma empresa privada que atualmente elabora e aplica concursos públicos. Sua abordagem é simplificada,pois apresenta textos curtos e objetivos (recortes de jornais e poemas), o que não esgota o candidato, que perde muito tempo com a leitura. A organizadora respeita o conteúdo programático do edital e não dá destaque a temas de atualidades. Os testes são de múltipla escolha, com perguntas bem objetivas.

A Fundação Carlos Chagas (FCC) elabora e aplica concursos federais, estaduais e também municipais. Quanto à prova de português, as questões (de múltipla escolha) são bem elaboradas, extraídas dos textos apresentados, por isso exigem um grau de análise e de conhecimento para interpretação das questões, que geralmente são bastante objetivas. Os enunciados dos testes (bem elaborados) podem prejudicar os candidatos desatentos. A escrita de redações deve ser treinada, pois é comum nos concursos organizados pela FCC.

A Fundação Cesgranrio (Centro de Seleção de Candidatos ao Ensino Superior do Grande Rio) é uma banca metódica, apresenta provas com testes de nível médio e as questões são parecidas com as da Fundação Carlos Chagas, bem elaboradas e extraídas dos textos apresentados.

A Fundação Getúlio Vargas (FGV),responsável pela prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), apresenta textos longos de interpretação e gramática. Estudar bastante o conteúdo programático do edital é uma dica, pois a fundação não deixa nenhum item de fora. Preste atenção às bibliografias exigidas, que também são cobradas.

Por fim, a Esaf (Escola de Administração Fazendária), órgão do Ministério da Fazenda, apresenta questões com alto grau de dificuldade. As perguntas são bem elaboradas e complexas (médio para alto), por isso o candidato deve estar bem preparado e estudar bastante o conteúdo lista dono edital.

Boa sorte!

Professora Sandra Ceraldi Carrasco éconsultora, especialista em língua portuguesa e autora de livros e periódicos na área. Há mais de 20 anos ministra cursos e palestras com índice recorde de aprovação. Seu mais recente trabalho aborda de forma prática o Acordo Ortográfico. Atualmente é coordenadora de cursos e professora de redação oficial da Academia de Polícia de São Paulo.Contato: professora.sandracarrasco@uol.com.br.

APOSTILAS PARA CONCURSOS - CLIQUE AQUI.

Comentários

Mais Lidas