MPU: em novembro vence prazo do último concurso

O último concurso foi homologado em 10 de novembro de 2010 e, de acordo com o edital, o prazo de validade foi estipulado em um ano após a homologação

Redação
Publicado em 29/10/2012, às 13h55

Paulo de Freitas
Quem estava esperando uma grande oportunidade em concurso público pode começar a se preparar. No próximo mês, vence o prazo de validade do concurso para os cargos de analista e técnico do Ministério Público da União (MPU). 
O último concurso foi homologado em 10 de novembro de 2010 e, de acordo com o edital, o prazo de validade foi estipulado em um ano após a homologação. Como prevê a Constituição, o certame pode ser prorrogado por igual período. Assim, com a prorrogação, a validade se estendeu até novembro de 2012. Desta forma, os candidatos aprovados no concurso em andamento poderão ser nomeados até essa data.
Vencido o concurso, o MPU deve começar os preparativos para a publicação do edital de um novo certame. A expectativa é de que essa publicação ocorra em meados do primeiro semestre do próximo ano. O mais provável é que as inscrições ocorram em entre abril e maio, com a aplicação das provas em julho ou agosto. Se começarmos a contar o tempo do encerramento do concurso até a publicação do edital do novo certame, temos um prazo em torno de seis a sete meses. Convenhamos: é tempo mais do que suficiente para que o candidato possa se preparar com boas condições de brigar por uma das vagas.
O último concurso para o MPU foi organizado pelo Cespe/UnB com oferta de 500 vagas, das quais 413 eram para técnico (nível médio) e 177 para analista (nível superior). No caso de analista foram oferecidas oportunidades em diversas especialidades, como arquitetura, engenharia, ciências sociais, comunicação social e medicina. Para o cargo de técnico havia vagas para quem possuía o ensino médio completo e curso técnico em algumas especialidades, como informática, edificações, segurança e enfermagem.
Não se sabe o valor dos vencimentos que serão oferecidos no novo concurso, mas a tendência é de que o MPU pague salários semelhantes aos praticados pela Justiça Federal. Sendo assim, as remunerações para a função de analista ficariam na casa dos R$ 6,5 mil e as de técnico em torno de R$ 4 mil, para jornadas de 40 horas semanais.
Minha dica é que o interessado analise o edital completo do último concurso. Como o concurso foi realizado recentemente, não devem ocorrer mudanças significativas nas matérias exigidas. Com o conteúdo na mão, não perca tempo. Quanto antes começar os estudos, melhor, afinal, esse concurso deve atrair o interesse de alguns milhares de candidatos. Vão levar os que estiverem mais preparados.
Paulo de Freitas é jornalista e funcionário público. Tem mais de 14 anos de experiência na área de concursos públicos. E-mail: paulokassaco@ig.com.br.

Comentários

Mais Lidas