Área de comunicação

Câmara de Manaus/AM: concurso deve ficar para 2017

Casa ainda aguarda um parecer para liberação do sinal da TV Câmara antes de realizar o concurso,que será para diversos cargos

Fernando Cezar Alves
Publicado em 11/11/2016, às 14h38

O aguardado concurso público que será realizado pela  Câmara Municipal de Manaus,no Amazonas, para preenchimento de vagas na área de comunicação, continua em pauta, segundo a assessoria de imprensa da casa. Porém, ainda sem qualquer previsão de quando poderá efetivamente ocorrer.A expectativa é de que possa finalmente se concretizar no decorrer de 2017.

Acontece que a Câmara continua na dependência de um parecer do Senado Federal sobre a disponibilização do sinal aberto para a TV Câmara, onde os aprovados no certame serão lotados.

De acordo com a assessoria de imprensa da casa, o projeto de lei para criação das vagas que serão oferecidas no certame já está pronto, mas somente será apresentado para apreciação das comissões e votação em plenário após a posição do Senado, ainda sem data prevista.

DESTAQUE: VÍDEOAULA DA CÂMARA MUNICIPAL.

Para agilizar o processo, a casa já tem mantido, desde 2014, contato com instituições interessadas pela organização do concurso.

A seleção será para candidatos com formação de ensino médio ou nível superior. Também será exigido que os interessados possuam registro no respectivo conselho regional.

Os aprovados atuarão na TV e Rádio Câmara. Alguns cargos previstospara contar com oportunidades são cinegrafista, fotógrafo, produtor,apresentador, motorista,técnico de manutenção de rádio e TV, intérprete de libras, locutor,editor de imagem, operador de áudio, web designer, assistente administrativo e iluminador.

Prepare-se para o concurso da Câmara Municipal de Manaus

VIDEOAULA PARA CÂMARA MUNICIPALPROVA ANTERIOR PARA CÂMARA MUNICIPAL

A intenção é de que, após a contratação dos novos servidores e a abertura do sinal, a TV Câmara passe a ter uma programação 24 horas.Desta forma, os servidores trabalharão em regime de turnos.

O concurso vem sendo aguardado desde 2013, quando anunciado. Na ocasião, acabou não se concretizando, por falta de tempo hábil para incluir as contratações no orçamento.

Mais Lidas