A carreira mais cobiçada do país: Conheça a praticagem!

Para concorrer ao cargo de Prático de Navios basta ser brasileiro, acima de 18 anos e ter formação superior em qualquer área

Redação
Publicado em 09/07/2020, às 12h11

Publieditorial

O setor portuário brasileiro sempre foi visto com bons olhos por conta da geração de riquezas para o país e do volume da geração de empregos. E uma das carreiras expoentes no segmento é ade Prático de Navios.

Práticos de Navio têm uma excelente remuneração – e esse é um dado conhecido e nada desprezível, apesar de sabermos que o dinheiro, sozinho, não garanta felicidade. Diferentemente de outras profissões consideradas bem remuneradas, os práticos têm carga de trabalho regulada de forma rígida pela Marinha, que estipula jornadas mínimas e máximas, de forma que todos os práticos de um determinado porto possam trabalhar, manterem-se atualizados e com proficiência, ao mesmo tempo, sem excesso de estresse que comprometa suas atividades.

E, como muitos sonham a vida inteira, tem, como local de trabalho, paisagens naturais e urbanas que são verdadeiros cartões postais – um aspecto significativo para firmar a Praticagem como melhor opção de carreira, principalmente no grupo de atividades com ingresso a partir de concurso público.

A ciência ajuda a entender o interesse crescente pela Praticagem. O psicólogo de Harvard Dan Gilbert é considerado atualmente um dos maiores especialistas do mundo em felicidade, e percorre o mundo com suas ideias e livros ajudando pessoas de todas as idades e formações tentam entender os caminhos para ser feliz.

Em entrevista ao jornal espanhol El País, Gilbert fez afirmações surpreendentes, como a defesa da segurança financeira como um objetivo de vida válido na busca pela felicidade. Desmistificando o clássico ditado de que “dinheiro não trás felicidade”, afirmou: “O dinheiro não compra a felicidade? Sim, ele compra. Não existe nenhum estudo que mostre que um euro a mais faça diminuir a felicidade”, disse Gilbert.

Apesar da segurança financeira ser um objetivo de interesse, Gibert ressalta que não é prudente concentrar suas energias apenas neste pilar. Felizmente, este é um aspecto muito favorável da Praticagem frente a outras profissões.

O acesso à carreira de Prático se dá por meio de um concurso público conduzido pela Marinha do Brasil. Podem participar brasileiros, homens e mulheres, com mais de 18 anos. Não é necessário formação naval. O concurso possui outros pré-requisitos, sendo o principal deles ter ensino superior completo em qualquer área de conhecimento.

Se quiser conhecer melhor a jornada dos Práticos em atividade hoje, do início dos estudos até a tão sonhada aprovação no concurso, é possível ver uma série de entrevistas realizadas com ex-alunos do Curso H no Youtube, como o caso de um Prático de Navios da ZP-01, Roberto Ermel que contou sua trajetória e ressaltou a importância de manter a disciplina e foco na preparação:

“Eu nunca fui bom aluno, mas uma coisa que eu sou, eu sou muito, é dedicado. Quando eu decidi, eu sentei oito horas por dia, parei tudo o que eu fazia e estudei oito horas por dia. Já vinha de um concurso em 2011 e eu não passei. E ao invés de eu parar de estudar, continuei estudando. E por surpresa… tem aquela coisa que eu acho que é um pouco de destino, ninguém esperava o concurso, nem eu mesmo, e, de repente, no ano seguinte mais um concurso… então, me pegou completamente preparado e isso me ajudou muito” afirmou Ermel.

O Prático em questão não tinha qualquer formação ou conhecimento do ramo marítimo quando decidiu entrar na carreira. Com esforço e dedicação, todos podem se tornar um Prático de Navios!

Quer saber mais? Clique aqui e saiba mais sobre o Curso Básico online do Curso H.

Comentários

Mais Lidas