Inicial de R$ 6,6 mil

Concurso Alesp: o que faz o técnico legislativo?

Saiba todos os detalhes sobre a carreira de técnico legislativo do concurso Alesp, que aceita candidatos com níveis médio ou técnico

0,00(0.0%)0 voto(s)

Camila Diodato
Publicado em 15/07/2019, às 11h39 - Atualizado às 16h46

Concurso Alesp: fachada do órgão
Divulgação

O concurso Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) é um dos mais aguardados para 2019. Autorizado em 5 de julho de 2018, o edital ainda depende de constituir a comissão e escolher a banca organizadora.

Espera-se que o certame contemple vagas imediatas e de cadastro reserva para técnico legislativo, cargo que aceita candidatos com níveis médio e técnico.

Uma dúvida frequente sobre a carreira é "O que faz o técnico legislativo do concurso Alesp?"

Conforme resolução da Alesp, o técnico legislativo tem as seguintes atribuições:

  • efetuar atividades administrativas diversificadas ou de natureza técnica,
  • dar suporte ao desenvolvimento das atividades desempenhadas na área de atuação,
  • realizar análise e acompanhamento de documentos e
  • executar outras atividades correlatas que requeiram conhecimentos específicos da referida área.

Estrutura remuneratória

O salário inicial do técnico legislativo do concurso Alesp corresponde a R$ 6.642,70 por mês. Mas o vencimento passa por um total de 20 reajustes ao longo da carreira.

A remuneração atual tem as seguintes alterações: nível 02 – R$ 6.746,85; 03 – R$ 6.854,92; 04 – R$ 6.967,05; 05 – R$ 7.083,37; 06 – R$ 7.204,05; 07 – R$ 7.329,28; 08 – R$ 7.459,19; 09 – R$ 7.593,97; 10 – R$ 7.733,79; 11 – R$ 7.878,88; 12 – R$ 8.029,38; 13 – R$ 8.185,56; 14 - R$ 8.347,58; 15 – R$ 8.515,68; 16 – R$ 8.690,08; 17 – R$ 8.871,01; 18 – R$ 9.058,73; 19 – R$ 9.253,48; e 20 – R$ 9.455,55.

+ Confira a cobertura completa do JC Concursos sobre todos os detalhes do concurso Alesp.

Sobre Alesp - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) tem como atribuições: legislar, apresentando, discutindo e deliberando proposições legislativas instituindo normas para o cumprimento de direitos e deveres na sociedade, através de projetos de leis, moções, resoluções, emendas, decretos legislativos; fiscalizar e controlar, acompanhando a execução das ações e atos da Administração, tais como a execução orçamentária, contas, contratos e o cumprimento dos objetivos institucionais nas ações de governo; investigar, averiguando a ocorrência de ilícitos, em fatos determinados, propondo soluções, através das Comissões Parlamentares de Inquérito.

Comentários

Mais Lidas