Níveis médio e superior

Concurso Ancine: Bolsonaro volta a falar sobre extinção do órgão

O concurso Ancine (Agência Nacional de Cinema) já conta com pedido de 15 vagas enviado ao Ministério da Economia, para níveis médio e superior

Fernando Cezar Alves
Publicado em 19/07/2019, às 18h18 - Atualizado em 26/07/2019, às 15h08

Concurso Ancine - Sala de cinema
Divulgação

O concurso Ancine (Agência Nacional de Cinema) que conta com pedido enviado recentemente para o Ministério da Economia para o preenchimento de 15 vagas para cargos com exigência de níveis médio e superior, pode não se concretizar. Acontece que, após ameaçar extinguir ou privatizar a agência, no último dia 19 de julho, caso não seja possível colocar um "filtro" no conteúdo produzido, dentro do perfil adotado pelo governo, o presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre a possibilidade de extinguir o órgão, na última quinta-feira, 25 de julho. "Vai ter filtro sim, já que é um órgão federal. Se não puder ter filtro, nós extinguiremos a Ancine. Privatizaremos, passaremos ou extinguirei", disse, no dia 19. Agora, na nova declaração, Bolsonaro disse que "vamos buscar a extinção da Ancine. Não tem nada que o poder público tenha que se meter a manter filme", disse.

De acordo com o presidente, no dia 19, o órgão não poderá participar de projetos que não sejam condizentes com o governo, citando como exemplo o filme Bruna Surfistinha. Como diretriz, disse que a agência deverá passar a fazer filmes exaltando "heróis nacionais", sem citar nomes (nem o próprio). No entanto, no decorrer da semana, a agência confirmou a autorização para captar R$ 530 mil de isenção fiscal para produzir o documentário "Nem tudo se desfaz", do diretor Josias Teófilo, que trata dos acontecimentos que levaram à eleição do presidente, em 2018. Porém, Bolsonaro declarou que pediu que a Ancine volte atrás nessa decisão. 

Concurso Ancine -  cargos que estão sendo pedidos

O pedido do concurso Ancine encaminhado para o Ministério da Economia é para o preenchimento de 15 vagas, sendo oito para cargos com exigência de ensino médio e sete para nível superior, com iniciais de até R$ 15.058,12.

No caso de ensino médio, os pedidos são para seis vagas de técnico em regulação de atividade cinematográfica e audiovisual (com inicial de R$ 7.388,37) e duas para técnico administrativo (R$ 7.016,67).

Para nível superior são seis de especialista em regulação de atividade cinematográfica  e audiovisual (R$ 15.058,12) e uma de analista administrativo (R$ 13.807,57).

Concurso Ancine - últimas seleções

O último concurso Ancine ocorreu em 2013. Antes disso, o órgão promoveu uma seleção em 2012. Em ofereceu 82 vagas para os postos de técnico administrativo e técnico em regulação da atividade cinematográfica e audiovisual, ambos com exigência de nível médio.

Já o certame realizado em 2013, com 62 postos que exigem ensino superior completo, as carreiras contempladas foram as de analista administrativo e especialista em regulação da atividade cinematográfica e audiovisual.  A banca escolhida para organizar e executar os dois processos seletivos foi a Cespe/UNB. Todas essas oportunidades foram lotadas na sede da Ancine, no Rio de Janeiro (RJ). 

Prova anterior ANCINE

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou as provas anteriores do concurso ANCINE, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas. É importante avaliar se a organizadora será a mesma para o novo processo de seleção, direcionando a preparação para o estilo da banca.

Acompanhe todos os detalhes do concurso ANCINE.

Comentários

Mais Lidas