Em breve: concursos para órgãos estaduais de todo país

Novas seleções estão sendo preparadas em São Paulo, Amazonas, Ceará e também nos Tribunais de diversos estados.

Redação
Publicado em 25/04/2011, às 09h24

Concurseiros de todas as áreas nos mais diversos Estados brasileiros terão em breve muitas oportunidades a concorrer. Vários órgãos estaduais deverão lançar novos concursos com salários de até R$ 14 mil.

Em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin autorizou recentemente o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) a preencher 495 vagas na área da saúde, em cargos como os de médico, auxiliar de enfermagem, enfermeiro, técnico de enfermagem, atendente, farmacêutico, fisioterapeuta, entre outros. A autarquia ainda avalia quantos desses postos serão oferecidos por meio de concurso público, já que alguns poderão ser ocupados por remanescentes da seleção de 2009.

No Estado do Amazonas, a Assembleia Legislativa promete até o final do mês a publicação do edital com 132 oportunidades em cargos de níveis médio e superior.

Também haverá contratações na área da segurança. Desta vez na região Nordeste, onde a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus/CE) foi autorizada a selecionar 800 agentes penitenciários de ambos os sexos. A função é destinada a candidatos de nível médio e oferecerá remuneração de até R$ 1.933.

Os detalhes sobre essas novas oportunidades previstas você confere na página 9.

Tribunais – Outra área que sempre está em evidência e costuma atrair muitos candidatos é a dos Tribunais. Federais, Eleitorais, de Justiça, do Trabalho ou de Contas, todos são órgãos bastante visados, pela grande oferta de vagas e pelo histórico de chamar muito mais aprovados do que é previsto no edital, além dos salários atrativos. Na página 10 preparamos um apanhado com as futuras seleções que serão abertas em vários deles: TRE/SP, TSE/DF, TCE/SE, TRF 2ª Região (RJ e ES) e TRT 23ª Região (MT). Os principais cargos dessas seleções são os de técnico judiciário (nível médio), analista judiciário e juiz (nível superior).

E mais: para quem não quer perder tempo e já pensa em iniciar os estudos, buscamos, com professores especializados, dicas das matérias que são comumente cobradas nas provas aplicadas para os Tribunais, como informática, direito administrativo e português, além de orientações para quem deseja ingressar na área jurídica.

Comentários

Mais Lidas