SP: negros terão pontuação diferenciada em concursos

O Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, aprovou uma lei que institui acréscimo de pontos para negros, pardos e índios em concursos estaduais

Leandro Cesaroni
Publicado em 15/01/2015, às 15h45

O Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), sancionou, nesta quinta-feira (15), uma lei que beneficia negros, pardos e índios em concursos públicos realizados no Estado. De acordo com a nova regra, esses candidatos contarão com um acréscimo de pontos nos resultados dos processos seletivos.


O objetivo da manobra, segundo nota publicada no Portal do Governo, "é reduzir a desigualdade racial nas esferas da administração pública estadual".
Ainda de acordo com o Governo do Estado de São Paulo, os candidatos que se enquadrarem na lei participarão dos concursos públicos em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas e a avaliação de desempenho.
Veja mais: todos os concursos com inscrições abertas em SP
O sistema consiste na aplicação de fatores de equiparação, mediante acréscimos percentuais na pontuação final dos candidatos beneficiários, em cada fase do concurso. A composição dos fatores de equiparação será editada no prazo de 90 dias. 
"Esta pontuação acrescida ajuda, melhora as oportunidades de acesso", analisou o governador.


Comentários

Mais Lidas