Níveis médio e superior

CRB 6ª MG prepara novo concurso público 2019

Novo concurso do CRB6 (Conselho Regional de Biblioteconomia da 6ª Região), em Minas Gerais será para os cargos de auxiliar administrativo e bibliotecário fiscal, com exigências de níveis médio e superior, com iniciais de até R$ 2,6 mil

Fernando Cezar Alves
Publicado em 20/05/2019, às 14h49

Mulher pegando livro na biblioteca
Divulgação

O CRB6 (Conselho Regional de Biblioteconomia da 6ª Região), em Minas Gerais, realizará novo concurso público 2019 para os cargos de auxiliar administrativo e bibliotecário fiscal. O número de vagas ainda deverá ser confirmado, mas a seleção já conta com banca organizadora definida, que será o Instituto Quadrix. Desta forma, a publicação do edital de abertura de inscrições pode ocorrer já no decorrer dos próximos dias.

Para concorrer ao cargo de auxiliar administrativo será necessário possuir apenas ensino médio, com remuneração inicial de R$ 1.273,80. Já no caso de bibliotecário fiscal, os interessados devem possuir formação de nível superior, com iniciais de R$ 2.613,35.
Além disso, o órgão oferece, como benefícios, vale-refeição, plano de saúde e vale-transporte.

A lotação dos aprovados deverá ocorrer em Belo Horizonte.

Saiba como foi o último concurso do CRB MG

O último concurso do CRB MG ocorreu em 2016 e contou com uma oferta de 40 vagas para o cargo de auxiliar administrativo. A banca organizadora, na ocasião, também foi o Instituto Quadrix.

A prova objetiva foi composta de 50 questões, sendo 35 de conhecimentos básicos e 15 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram cobradas dez questões de língua portuguesa, dez de raciocínio lógico e matemático, dez de noções de informática e cinco de atualidades.

As questões de língua portuguesa, raciocínio lógico e matemático; e noções de informática contaram com peso 1,5, enquanto atualidades teve peso dois e conhecimentos específicos, peso três.

Saiba mais sobre o CRB de Minas Gerais

Os Conselhos Regionais de Biblioteconomia foram criados pela Lei nº. 4084, de 30 de junho de 1962. Possuem personalidade jurídica de direito público, autonomia financeira, administrativa e patrimonial, com finalidade de orientar, aperfeiçoar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de bibliotecário. A criação do Conselho Regional de Biblioteconomia 6ª Região se concretizou com a publicação da Resolução CFB nº. 4 de 12 de julho de 1966. Com jurisdição em Minas Gerais, teve sua primeira sede em Belo Horizonte .

O exercício da profissão de Bibliotecário foi instituída pela Lei 4.084 de 30/06/1962 e regulamentada pelo Decreto 56.725 de 16/08/1965. As atribuições dos CRB, dentre outras estabelecidas no art. 63, III do Regimento Interno do CFB, serão as de fiscalizar o exercício da profissão, impedindo e punindo as infrações à legislação vigente, bem como enviar às autoridades competentes relatórios documentados sobre fatos que apurarem e cuja solução não seja de sua alçada.

A profissão de Bibliotecário será exercida, exclusivamente, pelos bacharéis em Biblioteconomia, possuidores de diplomas expedidos por Escolas de Biblioteconomia de nível superior, oficiais, equiparadas ou oficialmente reconhecidas, vide Lei 4.084/62 art. 2 e Decreto 56.725/65 art. 3

Assim, Comissão de Fiscalização tem como principal finalidade a fiscalização do exercício da profissão, visando desta maneira a valorização do profissional bibliotecário, divulgando suas habilidades e áreas de atuação, evitando assim que a sociedade seja prejudicada pela prestação de serviços por profissionais não qualificados e abrindo novas oportunidades no mercado de trabalho.

Sobre Quadrix - Instituto Quadrix

Presente no mercado desde 1997, o Instituto Quadrix organiza seleções em âmbito municipal, estadual e federal. Mantém escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Belo Horizonte.

Mais Lidas