Saiba como reforçar os estudos para o concurso da PRF

Diretor acadêmico e de serviços do IOB Concursos, Leonardo Pereira, dá dicas para quem se inscreveu às 1.000 vagas de policial rodoviário federal

Pâmela Lee Hamer
Publicado em 05/07/2013, às 15h03

Autorizado em abril e publicado cerca de dois meses depois, o edital da Polícia Rodoviária Federal traz 1.000 vagas para policial rodoviário federal.
Segundo o diretor acadêmico e de serviços do IOB Concursos, Leonardo Pereira (foto), devido ao número de postos ofertados e ao salário, o número de inscritos deve ser bastante alto.
Por isso, segundo ele, é preciso redobrar a atenção nas etapas de avaliação, começando pela prova objetiva.

Confira a entrevista concedida ao JC&E e saiba como conquistar sua vaga.

Jornal dos Concursos & Empregos -Para quem ainda não começou, qual seria um bom pontapé inicial para a preparação?
Leonardo Pereira - Eu diria que tirando férias, se trabalha, e pegando o edital. Essa é a principal forma de você tomar pé da situação.
Este é um concurso federal com um número de vagas muito grande e um número de candidatos inscritos que também não vai deixar por menos. A regra é: começar a estudar já, agora, hoje, se já não começou. Não deixe para amanhã. Se está trabalhando, estude à noite, em casa.

JC&E - O que cai na prova objetiva?
LP - Língua portuguesa, matemática, informática, direção defensiva, noções de física, primeiros socorros, física, legislação de trânsito e disciplinas do direito.

JC&E -Dessas disciplinas, qual é a mais importante para vencer a concorrência?
LP - Candidatos, prestem muita atenção: um concurso com 1.000 vagas e um salário como esse não tem muita exceção, o nível de exigência de conhecimento vai ser muito alto.
Olhando de modo holístico o edital, eu diria que legislação de trânsito, língua portuguesa, direção defensiva e primeiros socorros seriam as disciplinas com maior grau de incidência, com maior peso na prova. Mas, atenção: por ser um concurso que deverá reunir muitos inscritos, o desempate vai ser por questões decimais, então, você tem a obrigação de ir bem em todas as disciplinas, de dominar todas. Você não tem a chance de dizer ou pensar, por exemplo, ‘ah, física eu não gostava na escola’. Não tem essa possibilidade. Você vai ter de dominar e fechar a prova de física, assim como as outras.

JC&E - Como o candidato pode organizar os estudos, quanto a tempo e conteúdo?
LP - Você vai ter de pensar o seguinte: o seu tempo é curto. Primeiramente, faça um simulado com a prova passada. Ali você já vai identificar qual é o peso que deve ser dado para cada uma das disciplinas.
Feito esse simulado, selecione um bom curso preparatório. Por quê? Os professores que são selecionados pelos cursos preparatórios são, em sua maioria, pessoas muito experientes, e trazem consigo a bagagem, transmitindo para você tudo o que precisa saber, de forma objetiva.
Uma aula de raciocínio lógico, por exemplo, trará as questões que mais estão sendo cobradas nos concursos para que você tenha um conhecimento abrangente e, tendo esse conhecimento, você consegue fazer qualquer prova.
É preciso comprar alguma doutrina? Bom, você tem pouco tempo para ler todas as doutrinas. Eu buscaria bons resumos dessas disciplinas. No que diz respeito à legislação, eu decoraria as leis destacadas no edital.
Decorar é saber tudo. Saber se a regra está dizendo “e”, “ou”, “exceto” ou “quando”, porque a regra, em geral, todo mundo vai decorar. O que cai nestas provas é a letra da lei e você precisa conhecer profundamente a letra da lei para ter êxito nesse concurso.
E para fechar: não deixe de fazer um bloco de questões diariamente para que você fixe o conteúdo estudado.
Com esse plano eu tenho certeza que, se você se dedicar, vai ser aprovado na prova objetiva.

JC&E -Além do exame objetivo, há o teste discursivo, a prova de capacidade física, as avaliações psicológica e de saúde, a investigação social e o curso de formação. Como o candidato pode se planejar para ser aprovado em todas essas fases?
LP - Uma coisa que eu chamo a atenção em editais como esse é o seguinte: muitos deixam para a última hora, ou para depois de serem aprovados na prova objetiva, para pensarem na prova física e nos exames de saúde.
Se você acha que tem boas condições físicas, pegue o edital e adapte a sua rotina de esportes ao edital. Tem corrida, salto, exercícios que você precisa saber fazer com eficiência, porque reprova mesmo.
Um outro ponto que eu chamo a atenção é o exame de saúde. Se você não tem um bom plano de saúde, se você não está em dia com a sua saúde, comece a se preocupar com ela. Vai ser exigido de você que apresente alguns exames, como raio-x, eletro, exame de sangue e, se você não tiver um plano de saúde, isso pode custar caro. Além disso, na velocidade que eles pedem, pode ser que não dê tempo para que você consiga se organizar.
Então, muita atenção para isso: comece a fazer os esportes voltados para o edital e veja se, de acordo com as exigências do edital, você conseguiria atender, em tempo - por que é quase recorde, uma semana, duas no máximo - as exigências dos exames médicos que têm de ser entregues.

JC&E - Como os aprovados utilizarão os conhecimentos adquiridos na preparação durante a rotina diária?
LP - A língua portuguesa deveria ser corretamente utilizada em qualquer situação, principalmente por um policial, que vai fazer relatórios, boletins de ocorrência, e eles devem ser bem redigidos, só para começar. Agora, direção defensiva...você vai ser fiscal da lei. É natural que você domine tais conceitos para poder julgar se determinada pessoa está ou não dirigindo de acordo com as regras que são impostas aos brasileiros. Primeiros socorros: com uma malha viária tão sucateada, infelizmente você, como policial, vai acabar fazendo algum primeiro atendimento, antes mesmo que os bombeiros cheguem. Então, você vai ter que ter uma noção boa. E legislação de trânsito eu não preciso nem dizer. Você vai ser o aplicador da lei, portanto tem que dominar todas as infrações para que possa ser um bom policial, para que não seja arbitrário e que determine ou aplique multas desnecessariamente.

Para assistir à entrevista em vídeo com Leonardo Pereira na íntegra, visite a Área Vip JC

Comentários

Mais Lidas