Tudo Sobre

Empregos Eleições 2010

Entrevista com José Maria Eymael - PSDC

Concorrendo à Presidência da República pela terceira vez, Eymael defende o serviço público dimensionado e qualificado e a “saúde inteligente”, focada na prevenção



Redação
Publicado em 03/09/2010, às 14h46

Eymael é formado em direito pela PUC – RS e atua como advogado tributário, empresário e presidente da Comissão Executiva do Diretório Nacional do PSDC. Foi eleito deputado federal por São Paulo em 1986 e 1990 e concorreu à presidência em 1998 e 2006.

JC&E Qual a sua principal plataforma de governo?

José Maria Eymael - Orientar todas as ações de governo para que se cumpra integralmente, no Brasil, o mandamento estabelecido no inciso 1º do art. 3º da Constituição Federal: construir uma sociedade livre, justa e solidária.

A realização deste preceito constitucional implica, necessariamente, na igualdade de oportunidade para todos, o que para mim, muito mais do que uma meta, será uma verdadeira obsessão.

JC&E A atual gestão foi marcada pela criação de inúmeros cargos públicos e abertura de concursos. Qual é a sua opinião sobre o assunto? Pretende continuar com essa linha?

JME - Para a democracia cristã, cargo de gestão tem de ser cargo de carreira, ou seja, com exceção daqueles poucos cargos essencialmente políticos (ministros, secretários, chefes de gabinete e assemelhados), todos os demais cargos do serviço público devem ser ocupados por funcionários públicos concursados.

De outro lado, defendemos um estado necessário, ou seja, o serviço público dimensionado e qualificado para atendimento das demandas da sociedade. Toda a realidade da nossa vida está ligada ao serviço público.

JC&E O atual governo também procurou trocar funcionários terceirizados por concursados. Qual é a sua posição sobre a terceirização de cargos públicos?

JME - A terceirização nada mais é, na grande maioria dos casos, do que apenas uma forma de aparelhamento de estado. Volto a repetir: a minha posição como candidato à Presidência da República pela democracia cristã é o estado necessário, com o serviço público integrado por funcionários públicos concursados, dimensionado e qualificado para atendimento de todas as demandas da sociedade brasileira.

JC&E O Brasil irá sediar as próximas Copa e Olimpíadas. Quais são seus planos de investimento nesses dois grandes eventos? Quais serão os reflexos disso na geração de empregos?

JME - O próximo presidente será o presidente da Copa. Uma das suas principais preocupações terá de ser o fortalecimento da infraestrutura nacional: portos, aeroportos, ferrovias, sistema viário, comunicação, turismo e, claro, toda a infraestrutura específica para o futebol e as Olimpíadas.

De outro lado, por sua magnitude, os dois eventos serão responsáveis pela ampla geração de empregos, o que implica também na qualificação dos profissionais a serem contratados.

JC&E E quanto ao pré-sal? De que forma o senhor planeja investir no setor? E qual é a previsão de criação de postos de trabalho?

JME - Em primeiro lugar, assinale-se que o novo modelo a ser aplicado na exploração do pré-sal de nossas reservas petrolíferas implicam, na visão de grande parte dos economistas, em eventual perda de arrecadação pelos entes públicos federais.

Essa é uma questão a ser dimensionada, como pressuposto para a definição das ações de governo capazes de superar eventuais perdas fiscais e assegurar que o pré-sal seja efetivamente fator concreto para o desenvolvimento econômico e a inclusão social.

JC&E Quanto à saúde pública, o senhor tem planos específicos para aumentar o número de profissionais – e, consequentemente, melhorar o atendimento à população?

JME - O estado necessário na área da saúde implica na disponibilidade para o atendimento das demandas da sociedade de servidores públicos em quantidade correspondente às necessidades e plenamente capacitados para o exercício de suas funções.

Merece destaque, na visão da democracia cristã para a saúde pública de qualidade, a estratégia da saúde inteligente, fundamentada na prevenção, ou seja, nas ações de saúde pública para evitar que a doença se instale.Dois são os ganhos da saúde inteligente: a qualidade de vida e a economia de recursos públicos.

JC&E Considerações finais

JME - Faz-se a manifesta desigualdade de oportunidade da apresentação de propostas na grande mídia. A minha estratégia de comunicação está fortemente alicerçada nas redes sociais, em meu site de candidato (www.eymael27.com.br) e nos demais instrumentos da internet como, por exemplo, a TV Eymael.

Através da TV Eymael contida no site, apresentarei em profundidade todas as propostas contidas na Carta 27 Brasil, a qual contém 27 diretrizes gerais de governo. A Carta 27 Brasil também pode ser consultada no meu site de candidato.

+ Resumo Empregos Eleições 2010

Eleições 2010
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda

03/09/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas