Governo SP PAGA R$2 mil para 161 mil professores comprar computadores

Programa Professor Conectado terá investimento de R$ 322 milhões para atender professores da rede estadual de educação de São Paulo. Veja quando programa entra em vigor!

Redação
Publicado em 25/09/2020, às 15h01

None
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os professores e coordenadores pedagógicos estaduais de São Paulo contarão com um subsídio de até R$ 2 mil para a compra de computadores. De acordo com o governo, cerca de 161 mil profissionais terão direito ao benefício. 

Nesta sexta-feira (25), a Secretaria Estadual de São Paulo lançou o programa Professor Conectado que oferece um subsídios de até R$ 2 mil parcelados para professores efetuarem a compra de um computador. De acordo com o governo paulista, o docente receberá, em sua conta bancária, a transferência de 24 parcelas no valor de R$ 83. Se o  professor decidir comprar um equipamento no valor superior a R$ 2 mil, ele vai precisar arcar com a diferença.

Apesar do anúncio, os critérios de quem será elegível em receber o benefício serão publicados apenas no mês de outubro. A adesão à iniciativa será a partir de novembro e, nesta etapa do programa, serão priorizados os professores em sala de aula e professor coordenador pedagógico, concursados e temporários

O investimento do governo paulista para a compra de computadores será de R$ 322 milhões ao longo de dois anos. O objetivo é incentivar o uso da tecnologia como ferramenta pedagógica. "O programa Professor Conectado vai fortalecer o processo do ensino híbrido, por conta da pandemia e da suspensão das aulas presenciais, aprimorando a qualidade do ensino aos nossos estudantes”, disse Rossieli Soares, secretário estadual da Educação.

Pagamento de bônus

Além do programa para compra de computadores, o governo paulista anunciou hoje o pagamento de R$ 352 milhões em bônus para 166 mil servidores que atuam em 4.166 escolas da rede estadual. O benefício é calculado a partir das notas do Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo (Idesp) de 2019.

Segundo o governo, o valor médio do bônus é superior a R$ 2 mil e o pagamento ocorre em parcela única.

*trechos com reprodução Agência Brasil

Comentários

Mais Lidas