INSS: 148 mil já garantiram inscrição para 300 vagas

Número ainda não está fechado devido à homologação dos candidatos que tiveram o pedido de isenção negado. Serão selecionados profissionais com nível superior, sendo 26 para pessoas com deficiência

George Corrêa
Publicado em 24/09/2013, às 12h16

O Ministério da Previdência divulgou nota, nesta terça-feira (24), afirmando que já foram computadas 148 mil inscrições ao concurso promovido para a carreira de analista do seguro social, no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Os dados foram levantados pela Funrio, organizadora da seleção.

Mas o órgão reforça que o número ainda não está fechado, pois ainda é necessária a homologação dos candidatos que tiveram o pedido de isenção negado e devem pagar a inscrição. Serão selecionados profissionais com nível superior em diversas áreas de atuação, sendo 26 para pessoas com deficiência.


PACOTE DE ESTUDOS INSS - CLIQUE AQUI

As vagas

A remuneração inicial bruta é de R$ 788,51, correspondente ao valor básico. São acrescidos os valores de R$ 1.261,61 (gratificação de atividade executiva); R$ 4.724 (gratificação de desempenho de atividade do seguro social); e auxílio alimentação de R$ 373; totalizando R$ 7.147,12.

As jornadas de trabalho são de oito horas diárias ou 40 horas semanais e a contratação será pelo Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais.

O candidato opta pelas áreas de estatística (6); ciências contábeis (26); direito (31); administração (57); engenharia civil (31), mecânica (15), elétrica (13), de telecomunicações (7) e com especialização em segurança do trabalho (7); arquitetura (9); tecnologia da informação (26); terapia ocupacional (13); pedagogia (7); psicologia (24); jornalismo (2); publicidade e propaganda (1); fisioterapia (24); e letras (1).

Os postos de trabalho estão distribuídos pelas superintendências regionais Sudeste I - São Paulo; Sudeste II - Belo Horizonte; Sul - Florianópolis; Nordeste - Recife; Norte Centro-Oeste - Brasília; e Central - Brasília.

Provas

A prova objetiva será no dia 13 de outubro, no período da tarde. Inicialmente, o edital informou que as provas aconteceriam pela manhã, mas uma retificação foi publicada pelo órgão alterando o período do dia. Serão questões de língua portuguesa, noções de direito previdenciário, noções de direito administrativo e conhecimentos específicos.

Com informação da Ascom/MPS

Comentários

Mais Lidas