Órgão investe nas aptidões dos funcionários

O responsável pelo setor de RH, João Tuboni, relatou como funciona o plano de carreira da instituição.

Redação
Publicado em 03/04/2009, às 15h10

Com 1.771 vagas para diversos cargos que englobam todos os níveis de escolaridade e salários que podem chegar a 9,5 mil, o concurso da Sabesp promete tornar-se um dos mais disputados do ano. Pensando nisso, o Jornal dos Concursos conversou com funcionários do órgão para saber como é trabalhar na Sabesp. Além disso, o responsável pelo setor de Recursos Humanos, João Tuboni, relatou como as competências dos profissionais são estimuladas e um aposentado relembrou suas funções e as mudanças que ocorreram. Confira!

Plano de Carreira – A Sabesp adotou, desde 2002, o Modelo de Gestão por Competência. Sendo assim, o setor de Recursos Humanos é responsável por unir a estratégia da empresa e as competências de cada profissional. Segundo o gerente de departamento de remuneração e seleção do órgão, João Tuboni, o Modelo de Gestão por Competência promove e desenvolve os empregados com os conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias para que possam atingir os resultados estabelecidos e cresçam profissionalmente. “Este plano tem como principais características o desenvolvimento e planejamento de carreira, bem como o reconhecimento dos empregados que evoluíram nas competências de sua carreira profissional”, afirma.

Anualmente é realizada a Avaliação por Competência, na qual são identificadas as melhorias necessárias para a evolução do funcionário. “Não há mais espaço para o funcionário público acomodado, desinteressado e desintegrado das atividades do local em que trabalha”.

De acordo com o gerente, o papel dos empregados na conquista dos objetivos da Sabesp é fundamental. Os novos funcionários precisam gostar de desafios, possuírem uma formação adequada e principalmente vontade de crescer e um compromisso contínuo com o autodesenvolvimento. “Só assim a Sabesp terá cada vez mais qualidade no atendimento ao cliente, aumentando sua competitividade e valorizando seus profissionais”, relata.

Funcionários – O engenheiro civil Ulisses Batista, de 50 anos, trabalhou na Sabesp como encarregado de sistemas por 17 anos até se aposentar. Na época o seu salário era de aproximadamente R$ 4 mil, mais benefícios como assistência médica e auxílio alimentação. Segundo Batista, quando entrou no órgão havia uma precariedade tecnológica, mas o respeito que a população tinha pela Sabesp era enorme. “Eu considero uma boa empresa para se trabalhar, embora os valores tenham mudado e a competitividade é grande e desigual, como em todos os órgãos públicos”, afirma.

Já a auxiliar administrativo da Sabesp, Gisele Monteiro, 30 anos, irá prestar concurso para o órgão em uma tentativa de mudar de área. “Sou formada em Direito e prestarei para o cargo de advogado A. Como funcionária da empresa, sei que a mudança de cargo só se faz com aprovação em concurso”, diz. Como benefícios, Gisele recebe vale alimentação e refeição, vale transporte, plano de saúde e odontológico, além da suplementação de aposentadoria. A advogada já está se preparando para o processo seletivo. “Se eu for aprovada, o cargo será o topo do meu objetivo e só a tendência de progredir dentro da carreira me anima”, relata.

João Lobo, funcionário da Sabesp há 12 anos, começou sua carreira como mensageiro e hoje, formado em administração de empresas, relata as conquistas que obteve no órgão. “Depois da Avaliação Anual, segui os conselhos para direcionar melhor a minha carreira e melhorar as minhas competências que precisavam se desenvolver. Como meu desempenho melhorou, cresci profissionalmente”, afirma.

Novo concurso – A Sabesp demorou oito anos para realizar um grande concurso para o seu quadro de pessoal. Segundo Tuboni, isso ocorreu porque o órgão esforça-se em manter seus funcionários e busca investir no crescimento profissional. Para quem busca uma vaga na empresa, Tuboni recomenda a leitura atenta do edital, identificando as atribuições do cargo e principalmente se preparar estudando o conteúdo programático exigido no processo seletivo.

Samantha Cerquetani/SP

Confira aqui mais informações sobre o concurso da Sabesp.

Comentários

Mais Lidas