Coluna do servidor

Prazo para discussão da Reforma da Previdência

Foi aberto no Plenário da Câmara dos Deputados o prazo de duas sessões para começar a discussão do relatório da Reforma da Previdência (PEC 6/19) na comissão especial

0,00(0.0%)0 voto(s)

Duarte Moreira
Publicado em 25/06/2019, às 11h28

None

Na realização de sessão de debates no Plenário da Câmara dos Deputados na última sexta-feira (14) foi aberto o prazo de duas sessões para começar a discussão do relatório da reforma da Previdência (PEC 6/19) na comissão especial.

O parecer foi apresentado pelo deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), em seguida foi apresentado um pedido de vista coletivo, o que adia o início da discussão na comissão por duas sessões do Plenário.

Desde novembro de 2017, a Câmara não conseguia atingir o quórum de 51 deputados para abrir uma sessão na sexta-feira. O ato foi classificado como histórico por diferentes parlamentares presentes ao debate.

O líder do governo, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), agradeceu a diversos líderes partidários por terem conseguido garantir o quórum da sessão. “Vamos iniciar, na semana que vem, mais rapidamente, o processo de discussão da construção de uma nova Previdência para o País.”

Nas sextas-feiras a maioria dos parlamentares vão a suas bases ouvir prefeitos e lideranças comunitárias, segundo o vice-líder do governo deputado Darcísio Perondi (MDB-RS). “Sempre há dificuldade. Essa sessão é marcante. Isso é um trabalho de todos os líderes da base reformista, de todos os partidos”, disse. Para Perondi, a ação tem uma simbologia “de atitude, esperança e decisão” de que a reforma da Previdência vai avançar.

Para o deputado Bibo Nunes (PSL-RS), que presidiu a sessão, o ato demonstra a grande preocupação dos parlamentares na aprovação da reforma.

Metas da secretaria estadual para gerar vagas

Durante reunião na Assembleia Legislativa de São Paulo, a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, revelou que aposta no empreendedorismo para alcançar um milhão de vagas de emprego em 2022. A representante do governo esteve na Comissão de Atividades Econômicas para prestar contas das atividades da secretaria realizadas nos três primeiros meses do ano.

Além dos resultados, Patrícia apresentou os objetivos da gestão que se encerra em 2022. “O foco é criar oportunidades de emprego, renda e estimular o empreendedorismo.

São 3,7 milhões de pessoas desempregadas, e outras três milhões em situação de subemprego em São Paulo”, declarou. O encontro foi presidido pelo deputado Sérgio Victor (NOVO). “É muito importante trazer a secretária de estado para falar dos programas e metas, porque grande parte do nosso papel é apoiá-los e fiscalizá-los”, destacou.

Também estão entre as metas da pasta: triplicar o número de estudantes do ensino médio matriculados em cursos profissionalizantes; reduzir o tempo de abertura de empresas para apenas um dia; oferecer cinco bilhões de investimento em pesquisa e tecnologia.

Para o deputado Paulo Fiorilo (PT), é fundamental o trabalho conjunto d a s secretarias estaduais com o legislativo. “É a possibilidade do Executivo ouvir as preocupações dos deputados, que podem ajudar inclusive na criação de políticas públicas para atingir esses objetivos”, ressaltou.

Fontes: Agência Câmara Notícias, Diário Oficial e Duarte Moreira

Comentários

Mais Lidas