Vivendo uma etapa de cada vez

você está disposto a cumprir todas as etapas até sua aprovação? Você sabe em que etapa está?

Redação
Publicado em 12/12/2014, às 14h21

Daniel Sena

Na semana passada foi a formatura do meu filho do meio. Ensino fundamental. Para uns, nada demais; para mim, a passagem de uma etapa super importante na vida dele. Fiz questão de gritar, bater palmas, dar beijos, tirar fotos e tudo que um momento como esse requer. Não era tanto a formatura que eu comemorava, mas o término daquela etapa.

Com toda aquela emoção, pus-me a pensar e gostaria de compartilhar com vocês esse momento.

A vida é feita de etapas, várias etapas. Sempre estamos começando ou terminando alguma delas. Quando uma acaba, a outra logo começa. Como diria minha avó: a gente nasce, cresce, fica bobo e casa.

No estudo não é diferente. Começamos na pré-escola, depois vamos ao ensino fundamental, médio, superior e alguns chegam após esse patamar com a pós-graduação.

E nos concursos? Você já parou para pensar que nos concursos existem várias etapas a serem cumpridas?

Semana passada, enquanto ministrava minha disciplina junto a alunos que estavam na última turma antes da prova do Tribunal de Justiça de São Paulo, falava sobre isso. Alguns que assistiam minha aula acabaram de começar os estudos para o concurso. Outros já estudavam há mais de um ano. E tinham aqueles que já estavam na lida há mais de dois anos. Cada um em sua situação, cumprindo uma etapa da formação.

O normal, a regra é que as pessoas demorem um tempo para conseguirem êxito em uma prova de concurso. Costumo preparar o aluno emocionalmente para esperar pelo menos um ano até obter algum resultado positivo. Quem alcança algum resultado antes disso faz parte de uma exceção com a qual não conto. Eu penso na regra. Eu penso naquele que trabalha, estuda, tem família e tudo mais.

Quando olho para meus alunos, a única coisa que consigo fazer é criar dentro do seu coração a expectativa de que se ele estudar sem parar, em um momento certo, ele colherá os frutos da aprovação. Espalhar a esperança no coração de alguém sobre a possibilidade de passar em um concurso é fácil. O difícil é mantê-lo firme nesse propósito. Para que isso seja possível, se faz necessário entender as etapas de uma preparação de qualidade.

A primeira fase é o início da preparação. Algumas disciplinas parecem grego. Outras são velhas amigas. Na primeira etapa olhamos para o objetivo e o consideramos distante. Fazemos provas e caímos. Estudamos, estudamos, estudamos e achamos que estamos no mesmo lugar.

Com o tempo, você começa a subir de nível e assume outra etapa, aquela em que o conhecimento já começa a fazer sentido. Você começa a entender o que o professor fala, já faz provas para treinar e se encontra no nível de competição. Se continuar mais um pouco você já começará a colher resultados positivos ou bater na trave. E depois de um tempo de estudo, a aprovação chega, e o incrível é que quando você passa em um, começa a passar em vários outros concursos.

Se você perceber bem, existem algumas características indispensáveis no cumprimento dessas etapas. A paciência e a perseverança são algumas delas. Ser paciente é saber esperar o crescimento acontecer. Ele depende do tempo e, por mais ansioso que você esteja, nada vai antecipar o que só o tempo pode trazer. É preciso ser perseverante também, pois depois de um tempo estudando, começamos a perder a esperança de aprovação. Quando você começar a pensar se essa vida de concurseiro é para você, estará na hora de colocar a perseverança em ação. É ela que te mantem firme no propósito.
Outra coisa importante que você precisa entender é que, por mais que haja desejo de passar, você só passará se estiver preparado. A sorte em concurso público só existe quando sua preparação adequada encontra uma excelente oportunidade. A sorte é consequência de um trabalho árduo e constante.
Não ache você que passará no concurso dos seus sonhos tendo estudado por apenas um mês, com qualquer apostila comprada na banca de revista. É preciso entender que existem etapas a serem cumpridas. Cada etapa complementará a outra e você conquistará seu objetivo.

Tudo na vida é assim. Passo a passo, etapa a etapa, vamos cumprindo nossos propósitos. O interessante é perceber que cada etapa induz a uma nova etapa. Meu filho terminou o ensino fundamental, mas o seu caminho não acabou. Agora ele enfrentará os desafios do ensino médio. Quando finalizar essa etapa, ele enfrentará o terrível vestibular. Após essa etapa, vem a universidade.

Se você for capaz de viver cada etapa de uma vez, não existe outra possibilidade para você a não ser a de chegar onde quiser. Acredite em mim: passar em concurso para quem estuda é uma consequência inevitável, assim como a morte para quem está vivo.

Eu finalizo essa reflexão fazendo algumas perguntas: você está disposto a cumprir todas as etapas até sua aprovação? Você sabe em que etapa está? Se você responder as duas perguntas, eu tenho certeza que sua caminhada tomará um sentido diferente e sua força para continuar será renovada.

Daniel Sena é diretor do AlfaCon São Paulo, professor de direito constitucional e especialista em concursos públicos. Twitter:@ProfDanielSena. Facebook: /Profdanielsena.

Comentários

Mais Lidas