A Síndrome da segunda-feira!

Artigo do professor Edison Andrades.

Edison Andrades
Publicado em 05/12/2013, às 09h05

“Ai, meu Deus! Já está tocando a musiquinha do Fantástico!”. Quantos de nós já não sofremos aos domingos à noite, por conta de sabermos que segunda-feira vem aí? Na sequência, vem aquela típica frase: “Amanhã, começará tudo novamente”. Parem com isso, meus amigos!

Certa vez, li um texto da Bíblia que dizia: “Se os seus olhos forem bons, todo o teu corpo será luz”. Percebo que, na maioria das vezes, as pessoas tendem a olhar o lado negativo das coisas, tenho a impressão de que gostam de sofrer com pequenas coisas. Será que a segunda-feira somente possui coisas ruins? Não percebemos que o problema não está na segunda-feira, mas em nós. Não enxergamos, portanto, que a segunda-feira possui fatores positivos como o resultado de um processo seletivo; ou que esse é o melhor dia para fecharmos negócios, pois, nesse dia, os clientes costumam criar alguma expectativa boa para a semana que se segue. Se o assunto é dinheiro, segunda-feira é dia de recebermos, pois as pessoas provisionam seus pagamentos para esse dia. Enfim, temos motivos de sobra para comemorar!

Saiba que aqueles que começam a semana pensando que ela será exatamente igual às outras precisam repensar sua vida em todos os aspectos, inclusive na área profissional.

Verifico, com muita frequência, o mau humor de funcionários em plena segunda-feira, pois a impressão que temos é que as pessoas fazem questão de se “emburrarem” nesse dia, simplesmente por encontrarem muitos adeptos pelo mundo afora. Afirmo que, hoje, as empresas buscam outro tipo de gente, portanto, se você quer competir, é melhor fazer uma autoavaliação. Proponho que ande na contramão. Seja você um amante da segunda-feira. Enquanto a maioria se encontra mal-humorada, você brilhará mais. Assim seu brilho sempre se destacará após a comparação ao brilho dos que o cercam.

Em minhas consultas e palestras, sempre ratifico, ao conversar com meus clientes, que, em nosso mercado de hoje, está muito fácil se diferenciar, pois temos muitos colegas de trabalho com péssimas atitudes perante a organização.

Hoje, fala-se muito sobre o capital humano, ou seja, o que realmente vale, na empresa, são as pessoas, pois as demais coisas podem ser facilmente substituídas ou compradas. As pessoas representam o corpo e a alma da organização, sem elas a empresa não irá funcionar.

Tudo isso é muito bonito e até romântico, você não acha? Pois é! Mas entendo que as pessoas também podem destruir uma organização com suas atitudes negativas e a proliferação de “más novas”. Decidi falar sobre a “Síndrome da segunda-feira” porque, embora pareça cômica, ela é extremamente nociva para todos, já que essa “doença” é contagiosa e, em alguns casos, até crônica.

Um ponto que saliento, quando me dirijo àqueles que possuem essa síndrome, é que Deus está permitindo, de forma gratuita, vivermos mais um dia (a segunda-feira), que deve ser valorizado e usado em prol de nossa felicidade. Mas somos capazes de jogá-lo no lixo, como se pudéssemos recuperá-lo a qualquer momento. Um ato de ingratidão!

A você que não faz parte desse time, tenho uma boa nova: você possui um dia da semana a mais do que eles, portanto use suas 24 horas de crédito como um belo investimento em sua carreira como ser humano.

Prof. Edison Andrades é sócio da Reciclare Treinamento. Facebook.com/professor.edison.andrades

Comentários

Mais Lidas