Cursinho do XI prorroga inscrições para bolsas

Dependendo da classificação, o aluno terá direito a desconto de 20% a 80%; com duração de quatro horas, o teste conterá 60 questões envolvendo as disciplinas de matemática, física, química, língua portuguesa, história, geografia e biologia

Renan Abbade
Publicado em 21/05/2014, às 12h06

O cursinho do XI, da Universidade de São Paulo (USP), prorrogou, até o dia 26 de maio, o prazo das inscrições para 80 bolsas de estudo do curso preparatório para o Vestibular 2014.

Para participar, é necessário se inscrever no site www.cursinhodoxi.com.br, agendando dia e horário.

Dependendo da classificação, o aluno terá direito a desconto de 20% a 80%.

Com duração de quatro horas, o teste conterá 60 questões envolvendo as disciplinas de matemática, física, química, língua portuguesa, história, geografia e biologia.

O cursinho do XI é uma instituição sem fins lucrativos, fundada pelo centro acadêmico da faculdade de direito da USP, com objetivo de ajudar as pessoas que não têm recurso financeiro suficiente para pagar o custo de cursinho comercial.

Mais detalhes podem ser obtidos no site www.cursinhodoxi.com.br.

Preparação física para vestibulandos
Especialista em práticas terapêuticas chinesas, Jaime Kuk, em parceria com o cursinho do XI, dá algumas dicas para aqueles que irão prestar vestibular nesse ano. Confira!

Cada pessoa tem características e necessidades próprias, mas algumas dicas servem para a maioria. Uma breve sequência, de 5 ou 10 minutos, pode ajudar, com a vantagem de preparar o corpo e a mente para um longo período de pouca mobilidade. Os exercícios sugeridos podem ser feitos antes, durante e depois do período de estudos, ajudando a aliviar o organismo do estresse.

Lembre-se:
- Nenhum desses exercícios deve ser feito com força ou velocidade, e sim bem relaxados ou, em alguns casos, como se estivesse espreguiçando
- Procure sempre prestar atenção no efeito do exercício no corpo, para perceber seus benefícios e observar se não está se machucando ou executando de forma errada
- Os exercícios podem ser feitos como um “espreguiçamento”, com cuidado para não forçar demais. Repetir cada sequência quatro vezes para cada lado

Para aliviar o pescoço:
- sentado ou em pé, deitar a cabeça num ombro e depois no outro
- levar o queixo para a esquerda e depois para a direita
- levar o queixo para cima e para baixo

Para aliviar os ombros:
- erguer os ombros como se fosse encostá-los nas orelhas e soltá-los com calma
- levar os ombros à frente, como se fosse juntá-los, alternando com puxar os ombros para trás, expandindo o peito

Costas e cintura:
- sentado, deitar o tronco sobre as coxas, respirando com calma e se deixando relaxar
- em pé, com cuidado e devagar, esticar os braços para trás, inclinando um pouco o tronco também para trás como se estivesse espreguiçando. Abaixe-se para frente, relaxando a cabeça e soltando os braços. As pernas devem estar estendidas, pois com este movimento obtêm-se um leve alongamento delas
- em pé ou sentado, girar (rotar) o tronco para a esquerda e direita, como se quisesse olhar para trás, mas sem tirar os pés (ou a bacia, se estiver sentado)

Pés e tornozelos:
- sentado ou em pé, puxar a ponta dos pés para cima, até sentir alongar a panturrilha, alternando com esticar a ponta do pé para frente

Para acalmar, auxiliar o bom sono, regular funções dos órgãos internos e ajudar na concentração:
- sentado ou em pé, praticar a respiração com o baixo ventre, como se a barriga abaixo do umbigo se enchesse de ar. A respiração não deve ser forçada, deve-se deixar o corpo relaxar devagar, e naturalmente essa respiração acontecerá. Recomenda-se respirar dessa forma até se obter um ritmo de menos de 10 respirações por minuto, por um período de 15 minutos diários, se possível

Comentários

Mais Lidas