Entrevista: um detalhe faz toda a diferença

Mesmo sentindo-se preparadas para ocupar a vaga, é natural que as pessoas fiquem nervosas antes de participar

Redação
Publicado em 12/02/2008, às 10h51

Mesmo sentindo-se preparadas para ocupar a vaga, é natural que as pessoas fiquem nervosas antes de participar de uma entrevista de emprego. As atuais exigências feitas pelas companhias – que aumentam conforme o cargo se eleva – são as principais responsáveis por esse incômodo causado nos candidatos. Por esse motivo, é preciso que eles tenham consciência das dificuldades e saibam se portar diante delas.

Para os consultores da BSP Career - Business School São Paulo, empresa especializada em gestão e transição de carreira, coaching, desenvolvimento de lideranças e desenvolvimento organizacional - além de estar preparada psicologicamente para participar de uma entrevista de emprego, a pessoa necessita prestar atenção em alguns detalhes que podem fazer toda a diferença. Desde o currículo ideal até o agradecimento pela oportunidade: o entrevistador está atento a tudo e o candidato, se não quiser ficar pra trás no mercado de trabalho, precisa se adequar a todas as exigências.

Seguem, abaixo, dicas que podem ajudar o candidato a fazer a diferença no processo seletivo:
• O seu currículo é a primeira chance de causar "a primeira boa impressão". Ele deve possuir alguns conceitos básicos: objetividade, assertividade e clareza. Por isso ele precisa, muitas vezes, ser reestruturado, enfatizando:
- quantificação e qualificação dos resultados alcançados
- foco na(s) área(s) de interesse

• Uma oportunidade surgiu e você não foi o escolhido? Não desista! Lembre-se que determinação, persistência e principalmente a "motivação" são fatores imprescindíveis nas tomadas de decisões. Estas variáveis "subjetivas", permeiam a carreira dos executivos, não só em processo de transição, como também ao longo de toda a trajetória profissional.

• Assertividade durante a entrevista! É sempre adequado, levantar informações sobre a empresa, segmento de mercado em que ela atua, produtos, concorrência, enfim buscar conteúdo para embasar as possíveis perguntas ao entrevistador.

• E-mail de agradecimento ao entrevistado. Você já fez isso? Parece um pequeno detalhe, mas que pode garantir sua vaga na empresa. Confirma sua imagem apresentada na entrevista, ressalta seus pontos fortes, o diferencia dos demais. Não sabia disso? Fique atento às novas "leis" da etiqueta corporativa para garantir seu espaço no mercado.

• Recebeu a ligação para a entrevista? Deixe para acertar salário e benefícios pessoalmente. Face a face você pode valorizar mais seu trabalho e sua experiência. E se a ligação foi só para perguntar sobre esses valores, tente argumentar e gerar uma oportunidade de entrevista pessoal.

Crédito: SOMA Agência de Comunicação Sustentável (www.somaagencia.com.br).

Comentários

Mais Lidas