Projeto capacita mulheres sem emprego e de baixa renda

O treinamento é dado em 200 horas, sendo quatro por dia. Após este período, as participantes realizam estágios em hotéis e lavanderias.

Redação
Publicado em 05/05/2011, às 11h33

O projeto Excelência na Hospitalidade, promovido conjuntamente pela Prefeitura de São Paulo, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho (Semdet) e a Associação Paulista de Apoio à Família (Apaf), está com inscrições abertas para capacitações nas funções de camareira, garçonete, cozinheira, confeiteira e no setor de lavanderia.

Para esta segunda turma são disponibilizadas 40 vagas a mulheres de baixa renda que tenham 18 anos ou mais; estejam desempregadas há, no mínimo, quatro meses, sem receber seguro-desemprego; possuam ensino fundamental completo, e tenham renda familiar per capita de meio salário mínimo.

Interessadas devem comparecer à sede da Apaf de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h, com cópias do RG, CPF, comprovante de residência e carteira profissional (páginas de identificação e último registro). O endereço para inscrição é: rua Avanhandava, 485, no centro da capital paulista.

Aulas - O treinamento começa no dia 6 de junho, composto por carga teórica e prática.

Na primeira etapa, as escolhidas recebem qualificação na sede da Apaf em um total de 200 horas, sendo quatro por dia. Após este tempo, as participantes passam por vivência prática em hotéis e lavanderias da cidade de São Paulo.

As beneficiárias do projeto recebem bolsa-auxílio de R$ 381,50 durante toda a formação. O valor é concedido pelo Programa Orientação Trabalho (POT).

Formatura - Das 38 mulheres selecionadas para a primeira turma do Excelência na Hospitalidade, 28 se formam no próximo sábado, 7 de maio, a partir das 14h, na sede da Apaf. São histórias de mulheres com os mais variados perfis, principalmente, vítimas de violência doméstica.

Pâmela Lee Hamer

Veja mais:

15 vagas: Kalunga procura profissionais para lojas de São Paulo

Guaratinguetá/SP: Fabrica japonesa de vidros vai gerar 500 empregos

São Paulo: Work Able tem 100 vagas para promotores

Comentários

Mais Lidas