Qual o tamanho de sua "bolha" profissional?

Os vencedores sempre encontraram diante de si ENORMES BOLHAS

Redação
Publicado em 13/04/2009, às 11h09

* Profº. Edison Andrades

Mesmo que de forma inconsciente (o que acho pouco provável) todos lutam por melhores oportunidades, mas talvez poucos pensem sobre estar ou não preparados para este momento. Vou fazer um pequeno teste com você:

- “VOCÊ GOSTA DE PROBLEMAS?” Ué! Parece que a resposta é óbvia, né? Mas vou alterar o formato da pergunta: “VOCÊ GOSTA DE RESOLVER PROBLEMAS?” Melhorou, mas ainda continua confuso! Por que será?


O fato é que as pessoas querem distância dos problemas, mas não percebem que crescer profissionalmente é simplesmente aumentar o grau de complexidade de seus problemas e que inclusive são eles (os problemas), os reais instrumentos de alavanca para seu sucesso. Todo profissional é medido por sua capacidade e habilidade em resolver problemas.


Quando consideramos um profissional no âmbito do “excelente”, é porque este deve possuir um diferencial em relação a maioria: “Ele (a) resolve os problemas dos clientes!”.

Mas qual o motivo de nosso título mencionar a palavra “bolha”? Foi uma forma simplificada que encontrei de ilustrar os cargos e funções mediante seus agentes ocupantes (o trabalhador). Imagine que seu cargo ou função seja uma bolha. Semelhante a uma bolha de sabão, ok? Mas que seja feita de material mais resistente. Imagine agora que você se encontra no centro desta bolha, ou seja, dentro da bolha. Minha pergunta é: “A sua bolha é maior, menor ou exatamente do seu tamanho?”

Quando ingressamos no mercado de trabalho, através de uma empresa, nos deparamos com uma bolha (representando nosso cargo). Vamos realizar agora uma analogia sobre as três possibilidades de uma bolha:


Quando a bolha é maior que você: Vejo como positivo, pois ao ingressarmos numa nova função é bom que a função que nos é designada tenha muito espaço entre nós e sua superfície, isto significa que ainda somos menores que aquela função, nos propiciando crescimento e perspectivas futuras. Toda vez que vejo um profissional habitando numa bolha maior que seu tamanho, observo que este fica preocupado, busca aperfeiçoamento e tende a se desenvolver mais. Lembre-se que o mercado remunera de acordo com o tamanho da bolha!!

Quando a bolha está justa: Este efeito é insalubre, causará grande desconforto, pois até o oxigênio poderá ser insuficiente. É exatamente o que acontece com os profissionais que ocupam funções “justíssimas” a sua capacidade. Sabem que não passarão daquele lugar. O profissional não tem mobilidade, perde sua agilidade, pois sua função apenas serve como incômodo. Enrola-se na própria “bolha”. Reconhecemos estes, por seus comodismos. Acham que não precisam se aperfeiçoar, pois seu “carguinho” é compatível consigo.


Quando você é maior que a bolha: Significa que já romperam a bolha, estes profissionais crescem, mas a “bolha” não. Seus braços e pernas saltaram para fora da “bolha”. Destacam-se e todos reconhecem que aquele lugar é pequeno demais para os tais.

Geralmente são profissionais que por um determinado período acreditam que aquele lugar vai mudar, e um dia serão reconhecidos. Mas qual é o problema? Sua remuneração é do tamanho da bolha e não de sua capacidade. Estes profissionais são muito maiores que as atribuições a eles designadas. NÃO AGUENTARÃO MUITO TEMPO. Infelizmente as empresas “MÍOPES”, perdem grandes profissionais por não reconhecerem seus colaboradores e suas respectivas “bolhas”.

Amigo, leitor (a). Não sei qual é o tamanho de sua “bolha”, mas creio que devemos repensá-la todos os dias! Faço votos que você encontre sempre bolhas maiores que você, então cresça nelas e as rompa. Os vencedores sempre encontraram diante de si ENORMES BOLHAS.

Ah! E nunca se esqueça de incluir Deus em todos os seus planos.


* Profº Edison Andrades é Psicólogo - Especialista em desenvolvimento profissional e aconselhamento de carreira (Counseling); MBA; Escritor (autor do livro: Como Perder o Emprego (com competência)- Giz editorial); ex-Diretor de RH. É professor universitário atuando nas áreas de Administração e Marketing. Como consultor e palestrante atua em algumas das principais empresas nacionais e multinacionais do país. É palestrante e instrutor organizacional há mais de dez anos, onde destaca-se devido sua performance teatral, motivacional e irreverente ao transmitir conhecimentos. Marque uma consulta e conheça sua metodologia. contatos:  e-mail: edison.andrades@terra.com.br;  site: www.edisonandrades.com.br.

Comentários

Mais Lidas