X

Concursos Previstos

  • indique
  • imprimir
    Pedido já encaminhado

    DNIT pretende abrir concurso público com 367 vagas

    Nova solicitação do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) apresenta oportunidades para cargos com exigência de níveis médio e superior

    AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, RR, SC, SP, SE, TO

    DNIT

    Alertas Concursos DNIT

    Um dos órgãos federal que almejam realizar novo concurso público é o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). No início do ano, a instituição encaminhou pedido de autorização ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para o preenchimento de 367 vagas.

    O número de oportunidades é bem inferior à última solicitação, que pedia 1.386 chances em sua quadro de pessoal. O órgão espera receber o aval para as 367 ofertas, já que esta quantidade se refere aos postos que precisam ser lotados urgentemente.

    A expectativa é de que o concurso do DNIT não demore para ser lançado, já que o órgão conta com um grande déficit de pessoal que prejudica o serviço prestado à população.

    Vagas do concurso do DNIT


    O novo pedido do DNIT contempla 18 vagas para técnico administrativo, 119 para técnico de suporte em infraestrutura de transportes, 116 para analista administrativo e 114 para analista em infraestrutura de transportes.

    As posições de técnico administrativo e técnico de suporte se destinam aos profissionais com ensino médio completo, sendo que os salários oferecidos atualmente são de R$ 4.861,48 e R$ 4.330,90, respectivamente.  


    Para pleitear as funções de analista administrativo e analista em infraestrutura será necessário possuir formação superior em diversas áreas de atuação. São pagas remunerações respectivas de R$ 7.839,81 e R$ 9.645,01. 

    Último concurso do DNIT


    Em novembro de 2012, o departamento lançou seleção com 1.200 vagas espalhadas por todas as regiões do país. Na ocasião, a banca organizadora foi a Esaf e os salários oferecidos ficaram entre R$ 2.507,30 a R$ 7.815,81.

    Ensino médio completo foi imprescindível para pleitear as colocações de técnico administrativo (114) e técnico de suporte em infraestrutura de transportes no campo de estradas (604).

    Curso de nível técnico habilitou a participação nos empregos de técnico de laboratório (74) e técnico em topografia (89).

    Profissionais com formação superior se inscreveram no cargo de analista em infraestrutura de transportes nas seguintes áreas: ambiental (25), geoprocessamento (7) e engenharia civil (147). A função de analista administrativo conta com chances na área contábil (35), tecnologia da informação (10) e administrativa (65).

    A triagem do concurso do DNIT ocorreu por meio de duas provas objetivas, que foram aplicadas no dia 20 de janeiro de 2013, e uma avaliação discursiva. Todos os exames foram de caráter eletivo, eliminatório e classificatório.
      • 31/12/2017 (domingo) - Previsão de Concursos

      Ficha técnica do Concurso DNIT

      Concurso: DNIT
      N de vagas: 367
      Cargo: Vários cargos
      Escolaridade: Médio Superior
      Estados com Vagas: AC AL AP AM BA CE DF ES GO MA MT MS MG PA PB PR PE PI RJ RN RS RO RR SC SP SE TO
      Área de Atuação: Administrativa Operacional
      Faixa de Salário: De R$ 4.330,90 até R$ 9.645,01
      Taxa de Inscrição:
      Organizadora: O próprio órgão
      Cidade:

      Vídeo do Concurso DNIT

      Especialista comenta fraudes em concursos


      Sobre DNIT

      O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) é uma autarquia federal criada pela lei 10.233, de 5 de junho de 2001. A legislação reestruturou o sistema de transportes rodoviário, aquaviário e ferroviário do Brasil, extinguindo o antigo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER). A sede do DNIT é em Brasília, no Distrito Federal, e, atualmente, possui 23 unidades administrativas regionais – as superintendências. A autarquia tem por objetivo implementar a política de infraestrutura do Sistema Federal de Viação, compreendendo sua operação, manutenção, restauração ou reposição, adequação de capacidade e ampliação mediante construção de novas vias e terminais. Os recursos para a execução das obras são da União. Ou seja, o órgão é gestor e executor, sob a jurisdição do Ministério dos Transportes, das vias navegáveis, ferrovias e rodovias federais, instalações de vias de transbordo e de interface intermodal e instalações portuárias fluviais e lacustres.

      Concursos Relacionados

      Veja todas as notícias