X

Concurso

  • indique
  • imprimir
    Auditor do trabalho

    Ministério do Trabalho: novo pedido deve ser enviado

    É grande a expectativa para que seja realizado o concurso do Ministério do Trabalho com pelo menos 847 vagas. Cargo exige nível superior e apresenta inicial de R$ 16,2 mil

    AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, RR, SC, SP, SE, TO

    Ministério do Trabalho

    Alertas Concursos Ministério do Trabalho

    Ministério do Trabalho ainda tem o intuito de abrir concurso público para a o cargo de auditor-fiscal do trabalho e, por isso, deve encaminhar em breve um novo pedido ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

    No final do ano passado, a Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae), que pertence à Secretaria Especial de Direitos Humanos do Ministério da Justiça e Cidadania, aprovou uma Moção de Recomendação ao Governo Federal para a realização imediata do certame para auditor. E este documento deve agilizar o processo de autorização do Planejamento, ainda mais porque o órgão sofre com uma grande defasagem de pessoal.

    Dados de dezembro de 2016 apontam que o ministério tem um déficit de 1.147 servidores e isso tem afetado o serviço prestado à sociedade. O pior é que esse número não conta com os funcionários em fase de aposentadoria.

    A falta de profissionais afeta a fiscalização ao recolhimento do FGTS, bem como o combate à sonegação do imposto e à informalidade são prejudicados, favorecendo irregularidades e interferindo na arrecadação da União. Outros problemas que podem ocorrer devido ao déficit de servidores são o aumento dos acidentes de trabalho e a fragilização do serviço de combate ao trabalho escravo e infantil.

    O Ministério do Planejamento chegou a sinalizar anteriormente que liberaria o concurso do Ministério do Trabalho com 847 vagas de maneira escalonada entre 2015 e 2017. Mas, devido aos cortes orçamentários, isso não se realizou e o Planejamento não voltou a dar um novo prazo. Por isso, os sindicatos da categoria também vêm cobrando frequentemente a seleção.

    A diretora do Sinait (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho), Rosângela Rassy, enfatizou que “é fundamental que se aumente o número de auditores-fiscais do trabalho, além de proteger os empregados, também atuamos na arrecadação que traz crescimento econômico para o país”.

    * digite "cupomjc" nos links com asterisco e ganhe 10% de desconto

    Cargo de auditor do concurso do Ministério do Trabalho


    Para concorrer ao posto de auditor-fiscal será exigido diploma de nível superior em qualquer área de atuação, devidamente registrado e fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

    Segundo o que consta na atual tabela de salários dos servidores públicos federais, os vencimentos iniciais para o cargo de auditor-fiscal do trabalho correspondem a R$ 16.201,64, incluindo o atual auxílio-alimentação de R$ 458.   

    Dentre as funções do auditor-fiscal do trabalho estão: o cumprimento cumprir das disposições legais e regulamentares, inclusive as relacionadas à segurança e à medicina do trabalho, no âmbito das relações de trabalho e de emprego; verificação dos registros em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), visando à redução dos índices de informalidade; verificação do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com o objetivo de maximizar os índices de arrecadação; e cumprimento de acordos, convenções e contratos coletivos de trabalho celebrados entre empregados e empregadores.

    Último concurso do Ministério do Trabalho


    Em 2013, o Ministério do Trabalho abriu um processo seletivo com 100 oportunidades para o emprego de auditor-fiscal. Na época, o Cespe/UnB foi escolhido para organizar o certame e a remuneração oferecida era de R$ 14.280.

    Todos os concorrentes passaram por avaliações objetivas, exames discursivos e sindicância de vida pregressa. As provas objetivas tiveram 100 perguntas de conhecimentos básicos e 120 de conhecimentos específicos.
      • 30/06/2017 (sexta-feira) - Previsão de Concursos

      Ficha técnica do Concurso Ministério do Trabalho

      Concurso: Ministério do Trabalho
      N de vagas: 847
      Cargo: Auditor fiscal
      Escolaridade: Superior
      Estados com Vagas: AC AL AP AM BA CE DF ES GO MA MT MS MG PA PB PR PE PI RJ RN RS RO RR SC SP SE TO
      Área de Atuação: Judiciária / Jurídica
      Faixa de Salário: De R$ 16.201,64 até R$ 16.201,64
      Taxa de Inscrição:
      Organizadora: O próprio órgão
      Cidade:

      Vídeo do Concurso Ministério do Trabalho

      Saiba mais sobre o concurso do Ministério do Trabalho


      Sobre Ministério do Trabalho

      O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), órgão da administração federal direta, tem como área de competência os seguintes assuntos: política e diretrizes para a geração de emprego e renda e de apoio ao trabalhador; política e diretrizes para a modernização das relações do trabalho; fiscalização do trabalho, inclusive do trabalho portuário, bem como aplicação das sanções previstas em normas legais ou coletivas; política salarial; formação e desenvolvimento profissional; segurança e saúde no trabalho; política de imigração; e cooperativismo e associativismo urbanos.

      Concursos Relacionados

      Veja todas as notícias