X

Concurso

  • indique
  • imprimir
    Edital sai até 28 de abril

    SEE/SP: escolhida banca do concurso para diretor

    Pregão em fase final de análise de documentos para oficializar o nome da vencedora. Escolhida é a Inaz do Pará. Seleção terá 1.878 vagas, com iniciais de até 5.470

    SP

    Secretaria da Educação

    Alertas Concursos Secretaria da Educação

    A Secretaria Estadual de Educação de São Paulo (SEE/SP) já definiu, de forma preliminar, o nome da banca que será responsável pelo concurso público para o cargo de diretor de escola. A empresa escolhida, por meio de pregão eletrônico iniciado no último dia 22 de março é a Inaz do Pará –Serviços de Concurso Público Ltda. Porém, a empresa ainda deve ser oficializada, uma vez que o processo se encontra em fase de análise de documentos para que o pregão possa ser encerrado, confirmando a empresa, caso não seja constatada nenhuma irregularidade na documentação apresentada. A expectativa é de que o término da análise dos documentos ocorra já na segunda-feira,27 de março, confirmando a banca.

    Com a escolha da organizadora, o órgão pode manter o cronograma do concurso, que determina que o contrato com a escolhida deve ocorrer até 11 de abril, para que a publicação do edital de abertura de inscrições seja feita até dia 28 do próximo mês.  As inscrições devem ser iniciadas cinco dias após a publicação do edital, com prazo de 15dias. Caso a liberação ocorra efetivamente no dia 28 de abril, as inscrições serão recebidas no período de 4 a 18 de maio.

    O concurso, autorizado pelo governador Geraldo Alckmin em 29de abril de 2016, contará com uma oferta de 1.878 vagas, abrangendo todas as diretorias regionais de ensino do estado. Para concorrer é necessário possuir licenciatura plena em pedagogia ou pós-graduação na área de educação e, no mínimo, oito anos de exercício no magistério. A remuneração inicial é de R$4.223, considerando complementos, para jornada de trabalho de 40 horas semanais, podendo chegar a R4 5.470, em regime de período integral.

     

    Provas



    De acordo com o cronograma indicado no processo de licitação, a aplicação das provas deverá ocorrer 39 dias após a abertura das inscrições, prevista para 11 de junho, caso a liberação do edital seja no dia 28 de abril. O documento também determina que os candidatos deverão apresentar títulos no prazo de recolhimento das inscrições. Os gabaritos da prova objetiva estão previstos para 13 de junho, com recursos no prazo de 14 a 19 de junho, correção das provas até 29 de junho e divulgação da lista de aprovados na prova objetiva e análise de títulos em 1º de julho, com prazo de recursos em 3 a 5 de julho. A classificação final está prevista para 18 de agosto, com homologação do certame  no dia 23 do mesmo mês.

    As provas objetivas, que serão elaboradas em três versões, com as mesmas questões, em ordens diferentes, contarão com questões versando sobre o perfil, temário e bibliografia do concurso, que constam na resolução SE 56, publicada em diário oficial no dia 15 de outubro de 2016.

    Ao todo serão 70 questões, com cinco alternativas cada, com duração de cinco horas. Do total de questões, 60 serão sobre conhecimentos gerais e dez elaboradas como estudo de casos.  Os candidatos somente poderão sair do local de exames a partir de 2h30 do início.

    A previsão do órgão é que o concurso conte com um total de 60 mil inscritos, tendo como base a média de candidatos dos dois certames anteriores para o cargo, realizados em 2007 e 2001, que contaram, respectivamente, com 40.223 inscritos para 90 vagas e 31.399 candidatos para 2.860 postos.


    Decretos


    Embora o concurso da SEE/SP esteja autorizado desde abril de 2016, somente a partir de outubro os preparativos foram intensificados. Acontece que em 15 de outubro, dia do professor, dois documentos foram divulgados, no sentido de viabilizar o certame.

    O primeiro é o decreto 62.216, do governador, que regulamenta a avaliação especial de desempenho para fins de estágio probatório, de acordo com a lei 1256, de 6 de janeiro de 2015.

    Já o segundo é a resolução SE 56, da Secretaria de Educação, que dispõe sobre o perfil, competências e habilidades requeridas para o cargo, bem como as referências bibliográficas e legislação que serão cobradas no exame, que devem servir de base de estudos para os interessados.  

    Mudanças na seleção

    De acordo com a lei complementar 2.156/15, reforçada pelo decreto divulgado em novembro, a carreira passa a contar com estágio probatório e avaliação periódica de desempenho individual. Agora, os aprovados no concurso para diretor deverão frequentar curso de formação e serão avaliados durante o estágio probatório, que terá duração de 1.095 dias, o que equivale a três anos.

    Além das provas objetivas e análise de títulos, serão incluídas mais duas fases no processo seletivo. A primeira constará de cursos sobre gestão escolar, questões pedagógicas e liderança. A segunda será composta de uma série de visitas em diversas unidades de ensino da rede.

    Após o concurso, os aprovados deverão apresentar um plano de trabalho específico para a escola na qual irão trabalhar. Junto ao período de formação, o diretor passará pelo estágio probatório, durante o qual receberá orientações sobre a função de gerenciamento de recursos humanos e estratégias de ensino.

    Durante o estágio probatório serão avaliados critérios como comprometimento com as ações da secretaria e com a comunidade escolar, produtividade, assiduidade e disciplina. Os diretores passarão por avaliações anuais por parte do conselho escolar, podendo ser depostos do cargo.

      • 28/04/2017 (sexta-feira) - Previsão de Concursos

      Ficha técnica do Concurso Secretaria da Educação

      Concurso: Secretaria da Educação
      N de vagas: 1884
      Cargo: Diretor de escola
      Escolaridade: Superior
      Estados com Vagas: SP
      Área de Atuação: Educação
      Faixa de Salário: De R$ 4.223,00 até R$ 5.470,00
      Taxa de Inscrição:
      Organizadora: O próprio órgão
      Cidade:

      Vídeo do Concurso Secretaria da Educação

      Quanto custa se tornar um servidor público?


      Concursos Relacionados

      Veja todas as notícias