X

Concurso

  • indique
  • imprimir
  • 9-PN_TJSP-01/02/18
235 vagas para escrevente

Concurso TJ/SP 2018: inscrições terminam hoje (14)

As chances no concurso do TJ/SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) são para candidatos de nível médio, com remuneração de R$ 6,1 mil

SP

TJ

Alertas Concursos TJ

Chega ao fim nesta quarta-feira (14) o prazo de inscrição do concurso do TJ/SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) para o provimento de 235 vagas no cargo de escrevente técnico judiciário. As chances serão lotadas no interior e litoral paulista.

As oportunidades são para todas as Circunscrições Judiciárias que compõem as 2ª, 3º, 5ª, 6ª, 7ª, 8º, 9ª e 10ª Regiões Administrativas Judiciárias, com sedes nas cidades de Araçatuba, Bauru, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. Confira no edital de abertura a relação completa de cidades abrangidas.

Para ingressar na carreira é necessário possuir diploma de conclusão de curso de nível médio. A remuneração do escrevente técnico judiciário do TJ/SP é de R$ 6.193,73, sendo que as parcelas que a compõem são: salário inicial de R$ 4.706,53, auxílio-alimentação de R$ 990, auxílio-saúde de R$ 330 e auxílio-transporte de R$ 167,20.

Como participar do concurso do TJ/SP 2018


A ficha de cadastro está disponível no endereço eletrônico da banca organizadora do processo seletivo, a Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). 

Será cobrada uma taxa de participação do concurso do TJ/SP 2018, no valor de R$ 68, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento da rede bancária.


Além das vagas oferecidas no concurso, o presidente do TJ/SP, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, encaminhou para a Assembleia Legislativa (Alesp), no final de dezembro, um projeto de lei que cria mais 250 vagas de escrevente para o interior e litoral. Veja mais informações da proposta, clicando aqui.   

Provas do concurso do TJ/SP 2018


A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. As questões de múltipla escolha serão distribuídas em blocos, como segue: bloco I língua portuguesa; bloco II conhecimentos em direito; bloco III conhecimentos gerais (atualidades, matemática, informática e raciocínio lógico).


Ads

Prepare-se para o TJ-SP Interior – Escrevente

Tenha uma preparação completa para o TJ-SP com os materiais mais completos e atualizados do mercado. Clique Aqui!


Com duração de cinco horas, a prova do concurso do TJ/SP será aplicada na Comarca Sede de cada região no dia 25 de março de 2018. A confirmação da data e os locais e horários do exame serão comunicados no edital de convocação, a ser publicado, oportunamente, no site da Fundação Vunesp.

Os candidatos habilitados e melhor classificados na objetiva serão convocados para a prova prática de formatação e digitação, apenas eliminatória. Ela irá aferir o conhecimento e habilidades do candidato, utilizando o editor de texto em microcomputador do tipo PC, em ambiente gráfico Microsoft Windows.


O que faz o escrevente técnico judiciário do TJ/SP


Segundo o edital do concurso do TJ/SP, o escrevente será responsável por executar atividades relacionadas à organização dos serviços que envolvam as funções de suporte técnico e administrativo às unidades do Tribunal de Justiça; dar andamento em processos judiciais e administrativos; atender ao público interno e externo; elaborar e conferir documentos; controlar a guarda do material de expediente; atualizar-se quanto à legislação pertinente à área de atuação e normas internas.

De acordo com o juiz de direito da 7ª Vara da Família e das Sucessões do Fórum João Mendes Júnior, na capital paulista, João Batista Amorim de Vilhena Nunes, exercer a atividade de escrevente significa lidar com os processos de forma direta, ou seja, emitir documentos como mandados e ofícios, preparar expedientes e fazer fichamentos para acompanhar a situação de tais processos. As atribuições caracterizam-se como de ordem administrativa.
 
Para o escrevente técnico judiciário Paulo César Cicarello, servidor da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais no Fórum João Mendes Júnior, além das atribuições descritas pelo juiz de direito, o trabalho consiste em autuar petições, expedir cartas e prestar atendimento ao público de uma forma geral (a maioria advogados).


Vilhena Nunes tem 33 anos de carreira, cinco deles como escrevente e 28 como juiz, e revela que o ofício é aprendido na prática, pois não há como adquirir experiência fora do sistema judiciário. Da mesma ideia compartilha Cicarello, que afirma: “desde que preencha os requisitos exigidos no edital do concurso, qualquer um pode se tornar escrevente. No entanto, dadas as características que a profissão exige, aqueles que têm facilidade para lidar com o público e os companheiros de trabalho se adaptam melhor”.

O contratado para ocupar essa função atua em um cartório determinado, mas também é possível desenvolver as suas atividades como “escrevente de sala”. Neste último caso, diretamente com o juiz, em uma Vara específica, auxiliando-o nos processos para despacho ou audiência.


Mais 250 vagas de escrevente


O presidente do TJ/SP, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, encaminhou, no final de dezembro, para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o projeto de lei complementar 34/2017, que tem por objetivo ampliar a abrangência do TJ/SP, com a criação de diversas varas judiciais no Estado, em diversas cidades do interior e litoral. Com isto, a proposta também busca ampliar o quadro de servidores do órgão, com a criação de 442 vagas, sendo 282 para preenchimento efetivo, por meio de novos concursos públicos ou convocação de aprovados em concursos em validade, e 160 para cargos comissionados.

Das 282 oportunidades para cargos efetivos, 32 são para o cargo de juiz e 250 para a almejada carreira de escrevente técnico judiciário, podendo ser preenchidas por aprovados no atual concurso em andamento para o interior e litoral do Estado. Saiba mais sobre o PL.

  • 9-PN_TJSP-01/02/18
  • 25/03/2018 (domingo) - Prova
  • 14/02/2018 (quarta-feira) - Encerramento das inscrições
  • 09/01/2018 (terça-feira) - Abertura das inscrições

Ficha técnica do Concurso TJ

Concurso: TJ
N de vagas: 235
Cargo: Escrevente
Escolaridade: Médio
Estados com Vagas: SP
Área de Atuação: Administrativa
Faixa de Salário: De R$ 6.193,73 até R$ 6.193,73
Taxa de Inscrição: R$ 68
Organizadora: Vunesp
Cidade:

Vídeo do Concurso TJ

Dicas de preparação para o concurso do TJ/SP


Concursos Relacionados

Veja todas as notícias