X

Concurso

  • indique
  • imprimir
    Expectativa

    Nove concursos federais que devem sair ainda em 2015

    Por já terem recebido autorização do Planejamento, órgãos federais devem publicar, ainda este ano, editais com pelo menos 4.116 vagas para preenchimento por meio de concursos públicos

    AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, RR, SC, SP, SE, TO

    Órgãos federais

    Alertas Concursos Órgãos federais

    De acordo com dados divulgados pelo IBGE no fim de agosto, a taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do país subiu acima das expectativas, chegando a 7,5% em julho (o maior patamar registrado desde março de 2010). Isso prova o quanto a crise econômica pela qual o país vem passando tem prejudicado contratações em diversos setores.

    Se na iniciativa privada o cenário não parece nada promissor, na carreira pública boas oportunidades estão previstas já para os próximos meses e tornam os concursos públicos uma boa opção para quem vem enfrentando dificuldades na recolocação no mercado de trabalho.

    Embora o corte no Orçamento, anunciado pelo Governo na última segunda-feira (14), preveja a suspensão de concursos federais, o Ministério do Planejamento esclareceu que a paralisação não afetará concursos já autorizados. Sendo assim, a tendência é que estes se tornem ainda mais visados.

    Nove órgãos federais devem abrir, ainda este ano, pelo menos 4.116 vagas para preenchimento por meio de concursos públicos. As oportunidades são destinadas a carreiras de níveis médio e superior e apresentam remunerações iniciais de até R$ 9,1 mil por mês.

    Confira:

    Concurso INSS

    Autorizado no final do mês de junho, o concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) virá com o objetivo de preencher 950 vagas, sendo 800 para técnico e 150 para analista do seguro social, cargos que exigem níveis médio e superior, respectivamente. Segundo determinação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), o INSS tem até 29 de dezembro para publicar o edital de abertura da seleção. Tudo indica, no entanto, que o documento seja divulgado antes do prazo, já que, há mais de 40 dias, servidores do instituto iniciaram uma greve nacional reivindicando reajuste salarial e celeridade na realização do concurso para reforço de pessoal. Confira mais informações.

    Concurso Anac

    A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) abrirá 150 vagas para quatro cargos: técnico administrativo, técnico em regulação de aviação civil, analista administrativo e analista em regulação de aviação civil. Os dois primeiros requerem ensino médio, enquanto os dois últimos exigem formação de nível superior. O concurso também já foi autorizado pelo Ministério do Planejamento, mas segue com banca organizadora indefinida. Como o aval foi concedido no dia 24 de junho e o prazo determinado pelo MPOG é de seis meses, o edital terá que ser publicado até 24 de dezembro. Confira mais informações.

    Concurso ANS

    A autorização para a realização do concurso da Agência Nacional de Saúde (ANS) foi concedida no mesmo dia da Anac. Ou seja, o órgão tem até 24 de dezembro para publicar o edital que oficializará a abertura de 102 vagas, sendo 66 para técnico administrativo e 36 para técnico de regulação de saúde suplementar. Ambos os cargos exigem nível médio e oferecem remunerações de R$ 6.062,52 e R$ 6.330,52, respectivamente. Confira mais informações.

    Concurso ANP

    A Agência Nacional de Petróleo (ANP), assim como a Anac e ANS, abrirá um novo concurso até o dia 24 de dezembro. A seleção, já autorizada, virá com o objetivo de preencher 34 vagas de nível médio: 20 para técnico administrativo e 14 para técnico em regulação de petróleo e derivados. Os salários podem chegar a R$ 7.042,52 com o total da gratificação de desempenho oferecida pelo órgão. Confira mais informações.

    Concurso Funai

    Como o aval para o novo concurso da Fundação Nacional do Índio (Funai) saiu no dia 22 de abril, o órgão tem até 22 de outubro para publicar o edital, que vai abrir 220 postos, sendo 208 para indigenista especializado, sete para engenheiro e cinco para engenheiro agrônomo. Os três cargos requerem nível superior e apresentam inicial de R$ 6.346,02. Confira mais informações.

    Concurso MRE

    Um novo concurso com 60 vagas para oficial de chancelaria será aberto pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE) até 11 de dezembro. A carreira exige nível superior e paga R$ 7.292,02 mensais. Embora seja um órgão sediado em Brasília/DF, o ministério poderá aplicar provas em capitais de diversos Estados, havendo a possibilidade, ainda, de aprovados serem nomeados nos escritórios de representação do MRE espalhados pelo país. Confira mais informações.

    Concurso IBGE

    Desta lista, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é o único que pode não ter seu edital publicado ainda este ano, embora a grande carência de servidores no órgão torne o concurso urgente e provavelmente acelere sua abertura. A autorização para a seleção foi concedida pelo Ministério do Planejamento em 27 de julho. Sendo assim, o instituto precisa liberar o edital até, no máximo, 27 de janeiro. O objetivo será preencher 600 vagas de níveis médio e superior nos cargos de técnico em informações geográficas e estatística (460); analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatística (90); e tecnologista em informações geográficas e estatística (50). Confira mais informações.

    Concursos Correios e Banco do Brasil

    Por se tratarem de empresas estatais e não dependerem de autorização governamental para realizar concursos, os Correios e o Banco do Brasil não são obrigados a cumprir prazos para publicar seus editais. De qualquer forma, é bem provável que ambos abram novas vagas ainda este ano.

    Após quatro anos sem concursos, os Correios confirmaram, no final de julho, que realizarão uma seleção para preencher 2.000 vagas de carteiro e operador de triagem e transbordo. Ambas as funções são destinadas a candidatos de nível médio e oferecem remunerações de R$ 2.376,48 e R$ 2.712,98, respectivamente. As oportunidades serão distribuídas por 11 Estados, além do Distrito Federal. Confira mais informações.

    O Banco do Brasil abriu, recentemente, um novo concurso com 860 vagas para escriturário na Região Nordeste. A tendência, porém, é que mais uma seleção seja aberta ainda este ano, com oportunidades nos Estados do Amazonas, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina. Tudo isso porque a validade do último concurso para essas regiões expira em 26 de setembro e a empresa não costuma demorar a soltar novos editais assim que termina o prazo. Confira mais informações.

      Ficha técnica do Concurso Órgãos federais

      Concurso: Órgãos federais
      N de vagas: 6700
      Cargo: Policial, Técnico, Auditor, Vários cargos
      Escolaridade: Médio Superior Técnico
      Estados com Vagas: AC AL AP AM BA CE DF ES GO MA MT MS MG PA PB PR PE PI RJ RN RS RO RR SC SP SE TO
      Área de Atuação: Administrativa Auditoria Fiscal Operacional Segurança Pública
      Faixa de Salário: De R$ 1.084,35 até R$ 14.965,44
      Taxa de Inscrição:
      Organizadora: O próprio órgão
      Cidade:

      Vídeo do Concurso Órgãos federais

      Quanto custa se tornar um servidor público?


      Concursos Relacionados

      Veja todas as notícias