X

Concurso

  • indique
  • imprimir
    Correios

    Saiu o resultado final da prova objetiva

    O espelho de desempenho da prova foi publicado nesta terça-feira (5). A avaliação foi realizada no dia 15 de maio por mais de 1 milhão de candidatos, que almejam uma das 9.190 vagas oferecidas pelo órgão.

    Correios

    Alertas Concursos Correios

    Foi divulgado, na manhã desta terça-feira (5), o resultado da prova objetiva do concurso aberto em março pelos Correios, que tem como objetivo o preenchimento de 9.190 vagas em todo o país. 

    Para fazer a consulta do espelho de desempenho, clique aqui.

    O exame objetivo foi realizado no dia 15 de maio, por mais de 1 milhão de candidatos.

    Na próxima semana, será iniciada a perícia médica dos candidatos que declararam portadores de deficiência. Concluída essa etapa, os candidatos a carteiro e operador de triagem e transbordo serão convocados para a avaliação de capacidade física e laboral. Nesta mesma ocasião, todos os candidatos serão convocados para o exame médico.

    De acordo com a assessoria de imprensa dos Correios, a previsão é de que os 9.190 selecionados ocupem os cargos até o final de outubro.
     
    Concurso
    As oportunidades de nível médio estão distribuídas da seguinte forma: 5.060 para carteiros, 2.272 para atendentes e 1.014 para operador de triagem e transbordo. Para essas funções, é oferecida remuneração de R$ 807,29, além de benefícios  de vale alimentação, vale transporte, auxílio creche, assistência médica e odontológica, plano de carreira e possibilidade de desenvolvimento profissional.
     
    Candidatos de nível técnico e superior dispõem de 796 vagas para analista de correios e 48 para profissionais de medicina e segurança do trabalho. Nestes casos,  os salários variam de R$ 1.003,57 a R$ 3.211,58, e os benefícios são: vale alimentação e refeição, vale transporte, auxílio creche ou babá, assistência médica e odontológica e plano de previdência complementar (Postalprev).
     
    Concorrência
    No total, 1.120.393 se inscreveram para o concurso, sendo que o cargo que recebeu mais inscrições foi o de atendente comercial: 667.798. No entanto, enfrentam maior concorrência os inscritos nas nove oportunidades de técnico de segurança do trabalho: 301 candidatos por vaga.
     
    O maior número de concorrentes para nível médio foi registrado no Distrito Federal para o cargo de atendente comercial, que conta com 27.836 inscritos. O DF (Brasília) também tem o maior número de inscritos para nível superior: 5.531 disputam o cargo de analista de Correios – administrador.
     
    Confira abaixo a concorrência para todos os cargos e nos anexos da matéria a quantidade de inscritos por localidade/ Estado:

    Cargo

    Inscrições

    Vagas

    Inscrições por vaga

    Atendente comercial

    667.798

    2.272

    293,93

    Carteiro

    296.719

    5.060

    58,64

    Operador de triagem

    86.739

    1.014

    85,54

    Auxiliar de enfermeiro do trabalho

    956

    6

    159,33

    Técnico de segurança do trabalho

    2.715

    9

    301,67

    Nível superior

    65.466

    829

    78,97

    Total

    1.120,393

    9.190

    121,91


    Leandro Cesaroni

     

    Veja também:

    Petrobras: divulgado edital com 587 vagas em todo o país

    Promoção: última semana para concorrer a livros de Lia Salgado

      • 15/05/2011 (domingo) - Prova
      • 07/04/2011 (quinta-feira) - Encerramento das inscrições
      • 23/03/2011 (quarta-feira) - Abertura das inscrições

      Ficha técnica do Concurso Correios

      Concurso: Correios
      N de vagas: 9190
      Cargo:
      Escolaridade: Médio
      Estados com Vagas:
      Área de Atuação: Administrativa Operacional
      Faixa de Salário: De R$ 807,29 até R$ 3.211,58
      Taxa de Inscrição: R$ 32 a R$ 63
      Organizadora: CESPE/UnB
      Cidade:

      Sobre Correios

      Os Correios tiveram sua origem no Brasil em 25 de janeiro de 1663, com a criação do Correio-Mor no Rio de Janeiro, então capital da Colônia. Em 1931 o decreto 20.859, de 26 de dezembro de 1931 funde a Diretoria Geral dos Correios com a Repartição Geral dos Telégrafos e cria o Departamento dos Correios e Telégrafos. A ECT foi criada a 20 de março de 1969, como empresa pública vinculada ao Ministério das Comunicações mediante a transformação da autarquia federal que era, então, Departamento de Correios e Telégrafos (DCT). Nos anos que se seguiram, vários serviços foram sendo incorporados ao portfólio da empresa. Além dos tradicionais serviços de cartas, malotes, selos e telegramas, entre os novos serviços podem ser destacados os pertencentes à família Sedex, serviço de encomendas expressas. Impulsionados pelas mudanças tecnológicas, econômicas e sociais, os Correios iniciaram em 2011 um profundo processo de modernização. Com a sanção da Lei 12.490/11, a empresa teve seu campo de atuação ampliado e foi dotada de ferramentas modernas de gestão corporativa para enfrentar a concorrência. Com a nova lei, os Correios podem atuar no exterior e nos segmentos postais de serviços eletrônicos, financeiros e de logística integrada; constituir subsidiárias, adquirir controle ou participação acionária em empresas já estabelecidas e firmar parcerias comerciais que agreguem valor a sua marca e a sua rede de atendimento. Ao todo são mais de cem produtos e serviços oferecidos pela maior empregadora do Brasil (no início de 2008 com mais de 109 mil empregados próprios, além dos terceirizados), sendo a única empresa a estar presente em todos os municípios do país, com uma vasta rede de unidades próprias e franqueadas. Diversos dos produtos e serviços da ECT podem ainda ser adquiridos pela internet.