X

Concurso

  • indique
  • imprimir
    Técnicos e analistas

    Concurso TRF 5: edital em fase de ajustes finais

    Seleção contará com oferta imediata de 12 vagas, sendo seis para técnicos e seis para analistas, com exigência de níveis médio e superior, com iniciais de até R$ 13,5 mil

    AL, CE, PB, PE, RN, SE

    TRF

    Alertas Concursos TRF

    Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF 5ª), que abrange os estados de  Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe, está em fase final de ajustes no edital do seu novo concurso público para os cargos de técnico e analista judiciário em diversas áreas de atuação. A expectativa é de que o documento seja liberado já nos próximos dias, assim que fechado o cronograma da seleção com a banca organizadora, a Fundação Carlos Chagas

    O concurso, que vem sendo aguardado desde 26 de junho, quando autorizado pelo presidente do órgão, desembargador Manoel de Oliveira Erhardtm, contará com uma oferta imediata de 12 vagas, além de formar cadastro reserva de pessoal em diversas áreas, de acordo com o projeto básico do certame. Das oportunidades para preenchimento imediato, seis são para técnicos e seis para analistas.

    Para concorrer a técnico é necessário possuir ensino médio, enquanto para concorrer a analista é necessário possuir curso de nível superior. As remunerações iniciais do concurso são de R$ 6.709 para os técnicos e R$ 11.007 para analistas, podendo chegar, respectivamente, a R$ 7.893 e R$ 11.921, com complementos. 

    Vagas Para Técnicos


    No caso de técnico, das seis vagas imediatas, cinco são para a área administrativa e uma para a área de segurança e transporte.

    Além disso, a seleção também formará cadastro reserva de pessoal para a área de apoio especializado especialidade informática.

    Para as áreas administrativa e de informática será exigido apenas o ensino médio, enquanto para segurança e transporte, os interessados também deverão possuir carteira de habilitação nas categorias "D" ou "E".

    Vagas para Analistas


    Para os analistas, das seis imediatas, duas serão para a área judiciária, duas para a área de medicina, uma para a área de informática/infraestrutura e uma para contadoria.

    Além das vagas imediatas, haverá cadastro de pessoal para as áreas administrativa (para quem possui formação em qualquer área), judiciária - execução de mandados e na área de informática para desenvolvimento.

    Para concorrer na área administrativa basta possuir nível superior em qualquer área de formação, enquanto para as áreas judiciária e judiciária - execução de mandados é necessário possuir bacharelado em direito.

    Para as áreas de informática em estrutura e desenvolvimento é necessário possuir formação em qualquer área, além de especialização com carga horária de 360 horas em análise de sistemas ou qualquer curso superior de informática. Por fim, para medicina e contadoria, nível superior nas respectivas áreas.

    Taxas e Provas

    As taxas do concurso já estão definidas e serão de R$ 75 para as vagas de técnicos e R$ 95 para analistas.

    Para o cargo de técnico na área administrativa, a seleção contará com provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos, redação e prova prática de digitação.

    Para técnico na área de segurança e transporte, prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos, além de avaliação física.

    No caso de técnico em informática, provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos, além de prova prática de elaboração de programas.

    Para analista nas áreas administrativa, judiciária e judiciária - execução de mandados, provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos e redação.

    Por fim, para demais áreas de analistas, provas objetivas de conhecimentos gerais  e específicos e estudo de caso.

     

    Último Concurso


    O último concurso público do órgão ocorreu em 2012, também organizado pela Fundação Carlos Chagas. A seleção foi apenas para formar cadastro reserva de pessoal. Para técnicos, as oportunidades foram para a área administrativa e área administrativa especialidade segurança e transporte.

    No caso de analista, as opções foram para a área administrativa, área judiciária e área judiciária especialidade execução de mandados.


    Para os técnicos judiciários, as provas objetivas contaram com 50 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais, com peso um, e 30 de conhecimentos específicos, com peso dois. Também foram aplicadas provas discursivas de redação e prática de digitação para a área administrativa e prova de capacidade física para a especialidade de segurança e transporte.

    Para os analistas foram 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais, com peso um, e 40 de conhecimentos específicos, com peso três, além de prova discursiva com redação.

    Para os técnicos, em conhecimentos gerais foram abordados temas de língua portuguesa e atos normativos. Para a área de segurança, noções de administração pública e de direito constitucional.

    Em conhecimentos específicos, para a área administrativa, os temas foram sobre noções de administração, de direito constitucional, administrativo, administrativo financeiro e orçamentário e noções de gestão de pessoas. Para a especialidade segurança e transporte, segurança de dignitários e noções de planejamento de segurança.
    Para os analistas, em conhecimentos gerais, os temas foram sobre língua portuguesa e atos normativos.

    Em conhecimentos específicos, para a área judiciária, temas sobre direito do consumidor, direito ambiental, administrativo, constitucional, civil, processual civil, penal, processual penal, tributário e previdenciário. Para execução de mandados, direitos administrativo, constitucional, civil, processual civil, penal e processual penal. Por fim, para a área administrativa, noções de administração, noções de administração pública, noções de administração financeira e orçamentária e noções de gestão de pessoas.    

      • 30/12/2017 (sábado) - Previsão de Concursos

      Ficha técnica do Concurso TRF

      Concurso: TRF
      N de vagas: 0
      Cargo: Técnico, Analista
      Escolaridade: Médio Superior
      Estados com Vagas: AL CE PB PE RN SE
      Área de Atuação: Administrativa Operacional
      Faixa de Salário: De R$ 7.893,00 até R$ 13.591,00
      Taxa de Inscrição:
      Organizadora: O próprio órgão
      Cidade:

      Vídeo do Concurso TRF

      Comodismo atrapalha a ascensão profissional


      Concursos Relacionados

      Veja todas as notícias