84 mil inscritos

Concurso BRB para escriturário: sai resultado final

Oportunidades do concurso BRB (Banco de Brasília) para escriturário são destinadas a candidatos que concluíram o ensino médio

Patricia Lavezzo | patricia@jcconcursos.com.br
Publicado em 22/11/2019, às 09h26

Concurso BRB para escriturário: imagem do logo
Divulgação

Saiu o resultado final de aprovados no concurso BRB (Banco de Brasília) para o cargo de escriturário. O candidato pode conferir o documento aqui, na parte dos anexos. 

Ao todo, 84.317 candidatos disputaram as 100 vagas ofertadas, além da formação de cadastro reserva de eventuais oportunidades.

A carreira exige certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio, expedido por instituição educacional reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação). O salário inicial oferecido é de R$ 3.204,26 para jornada de trabalho semanal de 30 horas.

Entre as atividades realizadas pelo escriturário, estão: executar as atividades administrativas e bancárias; atuar em salas de autoatendimento orientando, vendendo e divulgando produtos e serviços do banco, além de efetuar operações diversas, sob orientação superior, visando contribuir para a plena execução dos trabalhos da área e para o adequado atendimento à clientela.

Os candidatos que ingressarem no quadro de pessoal do BRB serão regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). A contratação será em caráter experimental pelo período de 90 dias, ao término do qual, mediante resultado positivo da avaliação do empregado, o contrato de trabalho passará a ser, automaticamente, por prazo indeterminado.

De acordo com o edital do concurso BRB (Banco de Brasília), os servidores ainda recebem os seguintes benefícios:

  • participação nos lucros e nos resultados;
  • possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar;
  • auxílio-refeição/alimentação;
  • auxílio-cesta/alimentação.

Concurso BRB para escriturário: mais informações

As inscrições foram recebidas entre os dias 9 de junho e 15 de julho de 2019, através do site do Instituto Americano de Desenvolvimento - IADES, responsável pela organização e execução da seleção. A taxa custou R$ 56.

As provas objetiva e discursiva ocorreram no dia 18 de agosto de 2019. Elas tiveram duração máxima de quatro horas e foram aplicadas no período da tarde, com início às 14h.

A prova objetiva foi composta por 60 questões, de múltipla escolha, sendo oito de língua portuguesa, seis de raciocínio lógico e matemático, quatro sobre o uso de tecnologias em ambientes corporativos, quatro de governança corporativa e compliance, três de inovação, duas de Lei Orgânica do Distrito Federal e Regime Jurídico dos Servidores do Distrito Federal, três de realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, política e econômica do DF e da RIDE e 30 de conhecimentos específicos.

Já a prova discursiva do concurso BRB (Banco de Brasília) consistiu na elaboração de texto dissertativo e/ou descritivo, com extensão entre 20 e 30 linhas, com base em tema formulado pela banca examinadora. Foram avaliados a utilização da norma culta, adequação ao tema, argumentação, coerência e elaboração crítica.

Prova anterior BRB - Banco de Brasília

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou as provas anteriores da organizadora e, também, para os cargos de escriturário, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas. É importante avaliar se a organizadora será a mesma para o novo concurso BRB escriturário, direcionando a preparação para o estilo da banca.

Acompanhe aqui todos os detalhes do concurso BRB (Banco de Brasília) para escriturário.

concursos publicosconcursos df (distrito federal)concursos abertosprovas anteriores

Comentários

Mais Lidas