MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Concurso Marinha 2022 — Diversas áreas Em andamento

Orgão: Marinha - Marinha do Brasil
Nº vagas: 42
Taxa de inscrição: De R$ 140,00
Cargos: Médico, Enfermeiro, Dentista
Áreas de Atuação: Forças Armadas
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 9070,60
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO‍, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

Publicado em 27/06/2018, às 08h59 - Atualizado em 25/07/2022, às 18h00

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O mais recente concurso da Marinha preencherá 42 vagas em diversos cargos de nível superior com salário de R$ 9.070,60. O cronograma prevê inscrições entre 11 e 24 de julho e provas em 25 de setembro. 

Resumo do edital

Saiba como é a distribuição das vagas

Há oportunidades para profissionais que possuem graduação em:

  • medicina (25 vagas)
  • odontologia (4)
  • engenharia (3)
  • educação física (1)
  • administração, ciências contábeis ou economia (5)
  • enfermagem (1)
  • farmácia (1)
  • fisioterapia (1)
  • nutrição (1)

O que devo estudar para as provas?

Confira abaixo os temas para área de educação física:

  • ANATOMIA HUMANA – Introdução ao corpo humano; Células; Tecidos; Desenvolvimento; Tecido ósseo; Sistema esquelético – esqueleto axial; Sistema esquelético – esqueleto apendicular; Articulações; Tecido muscular; Sistema muscular; Sistema circulatório – sangue; Sistema circulatório– o coração; Sistema circulatório – vasos sanguíneos; Sistema linfático e imunidade; Tecido nervoso; Medula espinal e nervos espinais; Encéfalo e nervos cranianos; Divisão autônoma do sistema nervoso; Sentidos somáticos e controle motor; Sistema endócrino; Sistema respiratório; Sistema digestório; Sistema urinário; Sistema genital; Anatomia de superfície.

  • ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA – Educação física adaptada: introdução ao universo das possibilidades; Atividade física e deficiência visual; Atividade física e deficiência intelectual; Atividade física e transtorno do espectro autista; Atividade física e deficiência auditiva; Atividade física e lesão da medula espinhal; Atividade física nas amputações e nas anomalias congênitas; Atividade física nos distúrbios neurológicos e musculares; Atividade física e sua influência sobre a osteoporose; Atividade física e distúrbios posturais; Atividade física e distúrbios respiratórios: asma; Hipertensão arterial e exercício físico; Atividade física e obesidade; Atividade física e gravidez; Atividade física e saúde mental; Síndrome de fragilidade no idoso e exercício físico; Atividade física e diabetes; Atividade física para pessoas vivendo com HIV/aids; O esporte para pessoas com deficiência; Protocolos para avaliação física e fisiologia para pessoas com deficiência.

  • BIOMECÂNICA – Forças; Cinemática linear; Cinética linear; Trabalho, potência e energia; Torques e momento de força; Cinemática angular; Cinética angular; Mecânica dos fluidos; Mecânica dos materiais biológicos; O sistema esquelético; O sistema muscular; O sistema nervoso; Análise biomecânica qualitativa para melhorar a técnica; Análise biomecânica qualitativa para melhorar o treinamento; Análise biomecânica qualitativa para entender o desenvolvimento de lesão; Tecnologia da biomecânica.

  • DIRETRIZES DO ACMS – Benefícios e riscos associados à atividade física; Triagem para pré- participação em exercícios físicos; Avaliação pré-exercício; teste de aptidão física relacionado com a saúde e sua interpretação; teste clínico de esforço e sua interpretação; princípios gerais para prescrição de exercícios; Prescrição de exercício para populações saudáveis com considerações especiais; Considerações ambientais para a prescrição de exercícios; prescrição de exercícios para pacientes com doenças cardíaca, periférica, cerebrovascular e pulmonar; prescrição de exercícios em doenças metabólicas e fatores de risco para doenças cardiovasculares; Teste de esforço e prescrição para populações com outras doenças crônicas e problemas de saúde; teorias comportamentais e estratégias para promover a prática de exercício físico.

  • FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO – Nutrição a base para o desempenho humano; Carboidratos, lipídios e proteínas; Vitaminas, minerais e água; Nutrição ideal para a atividade física; Energia para a atividade física; Valor energético dos alimentos; Introdução à transferência de energia; Transferência de energia no corpo; transferência de energia na atividade física; Medida do gasto energético humano; Gasto energético humano durante o repouso e a atividade física; Gasto energético durante a caminhada, o trote, a corrida e a natação; Diferenças individuais e mensuração das capacidades energéticas; Sistemas aeróbicos de fornecimento e utilização de energia; Estrutura e função pulmonares; Troca e transporte de gases; Dinâmica da ventilação pulmonar; Sistema cardiovascular; Regulação e integração cardiovasculares; Capacidade funcional do sistema cardiovascular; Músculo esquelético – estrutura e função; Controle nervoso do movimento humano; Sistema endócrino – organização e respostas agudas e crônicas à atividade física; Aprimoramento da capacidade de transferência de energia; Treinamento para potência anaeróbica e aeróbica; Força muscular – treinamento para o fortalecimento dos músculos; Recursos especiais para o treinamento físico e o desempenho; Desempenho no exercício e estresse ambiental; Atividade física nas médias e grandes altitudes; Exercício e estresse térmico; Avaliação da Composição corporal; Biotipo, desempenho e atividade física; Sobrepeso, excesso de gordura, obesidade e controle de peso; Atividade física, saúde e envelhecimento; Fisiologia do exercício clínico para reabilitação oncológica, cardiovascular e pulmonar.

  • MEDIDA E AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO HUMANO – Conceitos em testes e medidas; Uso da tecnologia em medida e avaliação; Estatística descritiva e distribuição normal; Correlação e regressão; Estatística inferencial; Reprodutibilidade e validade de normas-padrão de referência; Reprodutibilidade e validade de critérios de referência; Desenvolvimento de testes escritos e de questionários; Avaliação da aptidão física e da atividade física em adultos; Avaliação da aptidão física e da atividade física em jovens; Avaliação das habilidades esportivas e motoras; Medidas psicológicas em esporte e exercício; Classificação da sala de aula; Avaliação baseada em desempenho.

  • PRIMEIROS SOCORROS – Sua função na equipe interdisciplinar de saúde para atletas; estratégia de primeiros socorros no esporte; terminologia anatômica de lesões no esporte; medidas de ação emergencial; avaliação física e técnicas de primeiros socorros; removendo atletas lesionados ou doentes; doenças e emergências respiratórias; lesões na cabeça, na coluna vertebral e nos nervos; lesões em órgãos internos; doenças súbitas; problemas relacionados ao clima; lesões musculoesqueléticas nos membros superiores; lesões musculoesqueléticas nos membros inferiores; lesões na face e na cabeça; lesões na pele; apêndice: protocolos de primeiros socorros.

  • TREINAMENTO DE FORÇA – Princípios básicos do treinamento resistido e prescrição de exercício; tipos de treinamento resistido; adaptações fisiológicas ao treinamento resistido; integração de outros componentes da aptidão física; desenvolvendo sessões individualizadas de treinamento resistido; sistemas e técnicas do treinamento resistido; estratégias avançadas de treinamento; destreinamento; mulheres e treinamento resistido; treinamento resistido para crianças; treinamento resistido para idosos.

  • TREINAMENTO DESPORTIVO – Teoria do treinamento; Base para o treinamento; Princípios do Treinamento; Preparação para o treinamento; Variáveis do treinamento; Repouso e recuperação; Periodização do Treinamento; Plano de Treinamento Anual; Rendimento máximo por competição; Ciclos de treinamento; Planejamento do treinamento; Métodos de treinamento; Desenvolvimento de força e potência; Treinamento de resistência; Treinamento de velocidade e agilidade.

  • TREINAMENTO FUNCIONAL – Tornando o treinamento mais funcional; Análise das demandas do esporte; Avaliação da força funcional; Montagem de um programa; Foam Rolling, alongamento e aquecimento dinâmico; Treinamento para a região inferior do corpo; Treinamento do core; Treinamento para a região superior do corpo; Treinamento pliométrico; Levantamento de peso olímpico; Programas para melhorar o desempenho.

  • ACMS. Diretrizes do ACMS para os Testes de Esforço e sua Prescrição. 10.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2018. 512p. ISBN 978-85-277-3287-1.

  • BOMPA, Tudor O.; HAFF, Gregory G. Periodização: Teoria e Metodologia do Treinamento. 5.ed. São Paulo: Phorte, 2012. 440p. ISBN 978-85-7655-379-3.

  • BOYLE, Michael. O Novo Modelo de Treinamento Funcional de Michael Boyle. 2.ed. Porto Alegre: Artmed, 2018. p256. ISBN 978-85-8271-449-2.

  • FLECK, Steven; KRAEMER, William. Fundamentos do treinamento de força muscular. 4.ed. Porto Alegre: Artmed, 2017. 455P. ISBN: 978-85-8271-390-7.

  • FLEGEL, Melinda J. Primeiros Socorros no Esporte. 5.ed. Barueri, São Paulo: Manole, 2014. 288p. ISBN: 978-85- 204-4083-4.

  • GREGUOL, Marcia; COSTA, Roberto Fernandes da. Atividade Física Adaptada: Qualidade de Vida para Pessoas com Necessidades Especiais. 4.ed. revisada e ampliada, São Paulo: Manole, 2018. 608p. ISBN 978-85-2045-621-7.

  • MCARDLE, William D.; KATCH, Frank. I.; KATCH, Victor. L. Fisiologia do Exercício: Nutrição, Energia e Desempenho Humano. 8.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2017. 1059p. ISBN 97885- 277-2986-4.

  • MCGINNIS, Peter M.; Biomecânica do Esporte e do Exercício. 3.ed.; Porto Alegre: Artmed, 2015. 432p. ISBN 978-85-8271-201-6.

  • MORROW, James R. JR. et. al. Medidas e Avaliação do Desempenho Humano. 4.ed. Porto Alegre: Artmed, 2014. 472p. ISBN 978-85-65852-50-0.

  • TORTORA, Gerard J.; NIELSEN, Mark T. Princípios de Anatomia Humana. 14.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2019. 1040p. ISBN 978-85-277-3363-2.

Curso grátis de preparação emocional para o concurso da Marinha

Acompanhamento

A equipe JC Concursos apresenta o resumo do concurso da Marinha nesta página, com as principais informações do processo seletivo. O conteúdo programático na íntegra pode ser conferido nos editais abaixo, disponíveis entre os anexos.


Cronograma

Abertura das inscrições11/07/2022
Encerramento das inscrições24/07/2022
Prova25/09/2022
Divulgação do Gabarito27/09/2022

Notícias do concurso Marinha 2022 — Diversas áreas

Edital e Anexos

Abertura Edital Concurso Marinha 2018 (médicos)
Abertura Edital Concurso Marinha 2018 (dentistas e cargos de apoio à saúde)
Abertura (21/06/2021) Edital de abertura de inscrições (2021) — médico
Abertura (21/06/2021) Edital de abertura de inscrições (2021) — dentista
Abertura (21/06/2021) Edital de abertura de inscrições (2021) — enfermeiro, farmacêutico e fisioterapeuta
Abertura (26/05/2022) Edital de abertura de inscrições (2022) — médico
Abertura (26/05/2022) Edital de abertura de inscrições (2022) — dentista
Abertura (26/05/2022) Edital de abertura de inscrições (2022) — enfermeiro, farmacêutico, nutricionista e fisioterapeuta
Abertura (26/05/2022) Edital de abertura de inscrições (2022) — engenharia, educação física, administração, ciências contábeis e economia

Provas Marinha - Marinha do Brasil

Orgão, Cargos e OrganizadoraAnoAnexo
Marinha Capelao Naval Pastor da Igreja Batista
O próprio órgão
2015 Prova / Gabarito
Marinha Capelao Naval Pastor da Igreja Evangelica Assembleia de Deus
O próprio órgão
2015 Prova / Gabarito
Marinha Arquiteto e Urbanismo
O próprio órgão
2015 Prova / Gabarito
Marinha Cirurgiao Dentista Todas as Areas
O próprio órgão
2015 Prova / Gabarito
Marinha Capelao Naval Pastor da Igreja Catolica Apostolica Romana
O próprio órgão
2015 Prova / Gabarito

» Ver lista completa

Sobre Marinha - Marinha do Brasil

Marinha do Brasil pertence as Forças Armadas do Brasil e é responsável por conduzir operações navais. É a maior da América do Sul e da América Latina e a segunda maior da América, depois da Marinha dos Estados Unidos.

A Marinha esteve envolvida na guerra de independência do Brasil. Por volta de 1880, a Armada Imperial Brasileira era a mais poderosa da América do Sul. Após a rebelião naval de 1893, houve um hiato em seu desenvolvimento, até 1905, quando o Brasil adquiriu dois dos dreadnoughts mais poderosos e avançados da época, o que provocou uma corrida armamentista naval com as nações vizinhas, sobretudo a Argentina e Chile. A Marinha do Brasil participou na Primeira Guerra Mundial e na Segunda Guerra Mundial, participando de patrulhas anti-submarinos no Atlântico.


Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.