Concurso FHGV RS 2019 Em andamento

Orgão: FHGV - Fundação Hospitalar Getúlio Vargas
Nº vagas: 90
Taxa de inscrição: De R$ 60,00 Até R$ 60,00
Cargos: Técnico, Supervisor
Áreas de Atuação: Saúde
Escolaridade: Ensino Médio
Faixa de salário: De R$ 1587,00 Até R$ 2210,00
Organizadora: Ibrasp
Estados com Vagas: RS
Cidades: Porto Alegre - RS

3,50(70.0%)1 voto(s)

Publicado em 18/04/2019, às 14h00 - Atualizado em 12/11/2019, às 23h00


O concurso FHGV (Fundação Hospitalar Getúlio Vargas) está com inscrições abertas em cinco editais que somam 90 vagas, além de formação de cadastro reserva (CR). A lotação ocorrerá na Unidade de Regulação Estadual do SAMU, em Porto Alegre, cidade localizada no Estado do Rio Grande do Sul (RS).

As inscrições serão recebidas até o dia 11 de novembro de 2019, exclusivamente pela internet, através do site do Ibrasp (www.ibrasp.org.br), responsável pela organização e execução do processo seletivo. O valor da taxa é de R$ 60.

Todos os inscritos no concurso FHGV serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório.

Informações complementares

Distribuição das vagas

Ofertas estão distribuídas entre os cargos de operador de radiocomunicação (17 vagas + CR), supervisor técnico (4 + CR), técnico administrativo (3 + CR), técnico auxiliar de regulação médica (60 + CR) e técnico de monitoramento (6 + CR).

Interessados em concorre a uma das chances devem possuir diploma de conclusão de curso de ensino médio. Os salários iniciais oferecidos variam de R$ 1.587,55 a R$ 2.210,44.

Atribuições dos cargos

Operador de radiocomunicação: Compreende em operar o Sistema de Radiocomunicação e Telefonia nas Centrais de Regulação; exercer o controle operacional da frota de veículos do Sistema de Atendimento Pré-Hospitalar Móvel; manter a equipe de regulação atualizada a respeito da situação operacional de cada veículo da frota; conhecer a malha viária e as principais vias de acesso de todo o território abrangido pelo Serviço de Atendimento Pré-Hospitalar Móvel. Demais atribuições descritas em portarias regulamentadores do Serviço.

Supervisor técnico: Supervisionar e coordenar as equipes de técnico auxiliar de regulação (TARM) e de operadores de radiocomunicação quanto ao atendimento telefônico, quanto às solicitações de auxílio provenientes da população e informações prestadas, nas Centrais de Regulação Médica e quanto à operação do sistema de telefonia nas Centrais de Regulação e controle operacional da frota de veículos do sistema de atendimento pré-hospitalar móvel; realizar a gestão da equipe em seu turno de trabalho; demais atribuições relacionadas a gestão do serviço e dos empregados.

Técnico administrativo: Suporte administrativo, tanto em nível de regulação de emergência quanto em nível de regulação hospitalar e ambulatorial, além da Central de Transplantes. Esse suporte deverá compreender o núcleo jurídico da Central e o núcleo administrativo do DAHA.

Técnico auxiliar de regulação médica: Atender solicitações telefônicas da população; anotar informações colhidas do solicitante, segundo questionário próprio; prestar informações gerais ao solicitante/usuário; encaminhar ligações ao Médico Regulador informando-o sobre o tipo de agravo estabelecer contato radiofônico com ambulâncias e/ou veículos de atendimento pré-hospitalar quando solicitado pelo Médico Regulador ou coordenação; estabelecer contato com hospitais e serviços de saúde de referência a fim de colher dados e trocar informações; anotar dados e preencher planilhas e formulários específicos do serviço; obedecer às normas e aos protocolos de serviço; atender às determinações do médico regulador. Demais atribuições descritas em portarias regulamentadores do Serviço.

Técnico de monitoramento: Coleta e análise dos dados extraídos diretamente do sistema de regulação nas suas mais diversas faces, incluindo a formulação e interpretação das variáveis estatísticas, controle da demanda e atendimentos feitos, obtenção e controle dos suprimentos, informações acerca das internações e atendimentos ambulatoriais, controle e suprimento da frota, demandas por região e municípios, preenchimento de requisições e relatórios, elaboração de ofícios e correspondências. Análise de dados e geração de informações para acompanhamento dos prestadores de serviços do SUS; Consulta, triagem, desarquivamento, abertura, restauração, localização e saída de expedientes administrativos, consulta a base de dados dos sistemas e emissão de informações formatadas, registro de entrada, saída, impressão, digitalização e arquivamento de documentos, consulta a processos administrativos e organização interna de documentação e fluxo de informações do MS.

Concurso FHGV: dica de estudo

Acompanhamento

A equipe JC Concursos disponibiliza o resumo do concurso FHGV nesta página, com as principais informações do processo de seleção. Mais informações estão disponíveis abaixo, nos editais anexados.


Cronograma

Abertura das inscrições01/10/2019
Encerramento das inscrições11/11/2019
Prova08/12/2019
Divulgação do Gabarito09/12/2019
Divulgação do Resultado22/01/2020

Notícias do concurso FHGV RS 2019

Edital e Anexos

Abertura (18/04/2019) edital nº 002/2019
Abertura (18/04/2019) edital nº 003/2019
Abertura (18/04/2019) edital nº 004/2019
Abertura (07/10/2019) edital nº 008/2019
Abertura (07/10/2019) edital nº 009/2019
Abertura (07/10/2019) edital nº 010/2019
Abertura (07/10/2019) edital nº 011/2019
Abertura (07/10/2019) edital nº 012/2019

Provas FHGV - Fundação Hospitalar Getúlio Vargas

Orgão, Cargos e OrganizadoraAnoAnexo
FHGV Analista de Sistemas
Fundatec
2014 Prova / Gabarito

» Ver lista completa

Provas Ibrasp

Nenhuma prova encontrada


Comentários

Mais Lidas