Concurso Fundação Florestal SP 2019 Previsto

Orgão: Fundação Florestal - Fundação para a Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo
Nº vagas: 357
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Técnico, Auxiliar, oficia
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 1142,00 Até R$ 4319,00
Estados com Vagas: SP

5,00(100.0%)1 voto(s)

Publicado em 18/03/2019, às 10h57 - Atualizado em 25/06/2019, às 19h01


O concurso da Fundação Florestal SP (Fundação para a Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo), órgão que está há dez anos sem contratar servidores, começa a se programar para a publicação de um novo edital. Neste sentido, já encaminhou pedido para a Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP) com o objetivo de obter autorização governamental para o preenchimento de 357 vagas, sendo 227 para cargos com exigência de ensino fundamental, 54 para ensino médio e 76 para nível superior, com remunerações iniciais, que variam de R$ 1.142,61 a R$ 4.319,94

Agora, o processo aguarda avaliação por parte da SGP/SP para, caso constadas condições orçamentárias, a seleção possa efetivamente ser autorizada pelo governador João Doria.

Ensino Fundamental

No caso de ensino fundamental, o pedido de autorização para o concurso da Fundação Florestal SP é para os cargos de auxiliar de serviços gerais (100 vagas, com remuneração inicial de R$ 1.300,47 no caso de 50% do Prêmio de Desempenho Individual – PDI – e R$ 1.458,31 no caso de 100% do benefício), auxiliar de apoio à pesquisa científica e tecnológica (100, com exigência de um ano de experiência na respectiva área de atuação, R$ 1.142,63) e oficial de apoio à pesquisa científica e tecnológica (27, com dois anos de experiência na respectiva área de atuação, R$ 1.142,63).

Ensino Médio

No caso de ensino médio: oficial administrativo (14, R$ 1.339,29 no caso de 50% do PDI e R$ 1.535,94 para 100%), técnico de apoio à pesquisa científica e tecnológica (15, com três anos de experiência na respectiva área de atuação, R$ 1.670,90) e agente de apoio à pesquisa científica e tecnológica (25, com dois anos de experiência na respectiva área de atuação, R$ 1.345,01).

Nível Superior

Por fim, no caso de nível superior, o pedido é para as carreiras de assistente técnico de pesquisa científica e tecnológica (59, R$ 2.719,96) e pesquisador científico (17, R$ 4.319,94). 

Último concurso Fundação Florestal SP

O último concurso da Fundação Florestal ocorreu em 2010, quando foram oferecidas 11 7 vagas, distribuídas por diversos cargos, com opções para quem possui níveis fundamental, médio e superior. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Vunesp.
Para ensino fundamental, as opções foram para cargos de analista de recursos ambientais, analista de recursos ambientais – motorista, analista de recursos ambientais – telefonista e guarda parque. Para ensino médio, técnico em recursos ambientais e, no caso de nível superior, oportunidades para analista de recursos ambientais.


Notícias do concurso Fundação Florestal SP 2019

Provas Fundação Florestal - Fundação para a Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo

Nenhuma prova encontrada

Sobre Fundação Florestal - Fundação para a Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo

A Fundação Florestal foi criada em 1986, pela lei estadual 5.208, e teve seu estatuto aprovado pelo decreto estadual 25.952, de 29 de setembro de 1086. Tem como finalidade contribuir para a conservação, o manejo e a ampliação das florestas de produção e das unidades de conservação estaduais, atuando conjuntamente com o Instituto Florestal.

Neste sentido, busca promover ações integradas para a conservação ambiental, proteção da biodiversidade, desenvolvimento sustentável, recuperação de áreas degradadas e o reflorestamento de locais ambientalmente vulneráveis, realizando parcerias com órgãos governamentais e instituições da sociedade civil. Também é responsável pela comercialização de produtos extraídos de florestas plantadas em áreas pertencentes ou possuídas pelo patrimônio do estado.

Atualmente, é responsável pela gestão de 94 unidades de conservação de proteção integral e de uso sustentável. 


Comentários

Mais Lidas