Concurso Prefeitura Rondonópolis (MT) 2019 Concurso Aberto

Orgão: Prefeitura Rondonópolis
Nº vagas: 346
Taxa de inscrição: De R$ 80,00 Até R$ 80,00
Cargos: Agente
Áreas de Atuação: Saúde
Escolaridade: Ensino Médio
Faixa de salário: De R$ 1348,00 Até R$ 1348,00
Organizadora: UFMT
Estados com Vagas: MT
Cidades: Rondonópolis - MT

0,00(0.0%)0 voto(s)

Publicado em 23/07/2019, às 14h30 - Atualizado em 19/11/2019, às 05h00


O edital do concurso da Prefeitura de Rondonópolis, cidade localizada no Estado do Mato Grosso (MT), visa o preenchimento de 346 vagas, sendo 35 reservadas a pessoas com deficiência, além de formação de cadastro reserva de eventuais oportunidades.

As inscrições serão recebidas no período de 28 de outubro a 20 de novembro de 2019, exclusivamente pela internet, através do site www.ufmt.br/concursos. A taxa custa R$ 80.

Todos os inscritos no concurso da Prefeitura de Rondonópolis serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório.

Informações complementares

Distribuição das vagas

As chances estão distribuídas entre os cargos de agente de combate às endemias (116 vagas) e agente comunitário de saúde (230), que requerem diploma de conclusão de curso de ensino médio. O segundo posto ainda exige que o candidato resida na área em que irá atuar desde a data de publicação do edital.

De acordo com o edital do concurso da Prefeitura de Rondonópolis, o salário inicial oferecido é de R$ 1.348,70 para agente de combate às endemias e R$ 1.348,72 para agente comunitário de saúde, para jornada de trabalho semanal de 40 horas.

Atribuições dos cargos

Agente de Combate às Endemias: exercício de atividades de vigilância, prevenção e controle de doenças e promoção de saúde, mediante ações domiciliares ou comunitárias, individuais ou coletivas, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS e sob responsabilidade do gestor municipal.

Agente Comunitário de Saúde: exercício de atividades de prevenção de doenças e de promoção da saúde, a partir dos referenciais da Educação Popular em Saúde, mediante ações domiciliares ou comunitárias, individuais ou coletivas, desenvolvidas em conformidade com as diretrizes do SUS que normatizam a saúde preventiva e a atenção básica em saúde, com objetivo de ampliar o acesso da comunidade assistida às ações e aos serviços de informação, de saúde, de promoção social e de proteção da cidadania, sob supervisão do gestor municipal, distrital, estadual ou federal.

Conteúdo programático parcial

Comum a todos os cargos

  • Língua portuguesa: 1. Leitura: compreensão e interpretação de textos de variados gêneros discursivos; as condições de produção de um texto e as marcas composicionais de gêneros textuais diversos. 2. Variedades linguísticas. 3. Linguagem formal e informal da escrita padrão, oralidade e escrita. 4. Significação das palavras: sinonímia, antonímia, denotação e conotação. 5. Pontuação. 6. As classes de palavras e suas flexões. 7. Estrutura e formação das palavras. 8. Emprego de adjetivos, pronomes, advérbios, conjunções e preposições. 9. Períodos compostos por coordenação e subordinação. 10. Emprego de modos e tempos verbais. 11. Concordâncias verbal e nominal; regências verbal e nominal; colocação pronominal. 12. Coesão e coerência textual, argumentação.
  • Informática básica: 1. Hardware: 1.1. Conceitos básicos; 1.2. Periféricos; 1.3. Meios de armazenamento de dados; 1.4. Processadores. 2. Software: 2.1. Conceitos básicos; 2.2. Códigos maliciosos (Malware) e ferramentas de proteção (Antimalware); 2.3. MS Windows 10; 2.4. Editores de textos: LibreOffice Writer 6.2.4 e MS Word 2016; 2.5. Planilhas eletrônicas: LibreOffice Calc 6.2.4 e MS Excel 2016. 3. Internet: 3.1. Conceitos básicos e segurança da informação; 3.2. Navegadores: Internet Explorer 11, Mozilla Firefox 67.0.4, Google Chrome 75.0.3770.100; 3.3. Conceito e uso de e-mail; 3.4. Busca na web.
  • Legislação básica: 1. Lei Federal n.º 11.350/2006. 2. Portaria n.º 2.436/2017 do Ministério da Saúde (Política Nacional de Atenção Básica). 3. Lei Complementar n.º 266, de 29/05/2018 do Município de Rondonópolis (Função Pública de Agente de Combate às Endemias no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde).

Concurso da Prefeitura de Rondonópolis: dica de estudo

Acompanhamento

A equipe JC Concursos disponibiliza o resumo do concurso da Prefeitura de Rondonópolis nesta página, com as principais informações do processo de seleção. Mais informações sobre conteúdo programático completo estão disponíveis abaixo, no edital anexado.


Cronograma

Abertura das inscrições28/10/2019
Encerramento das inscrições20/11/2019
Prova15/12/2019

Notícias do concurso Prefeitura Rondonópolis (MT) 2019

Edital e Anexos

Abertura (24/07/2019)
Abertura (14/10/2019)

Provas Prefeitura Rondonópolis

Nenhuma prova encontrada

Provas UFMT - Universidade Federal de Mato Grosso

Orgão, Cargos e OrganizadoraAnoAnexo
Engenheiro Eletricista
UFMT
2015 Prova / Gabarito
COPEL Engenheiro Mecanico
UFMT
2015 Prova / Gabarito
UFT Analista de Tecnologia da Informacao Analise e Desenvolvimento de Sistemas
UFMT
2014 Prova / Gabarito
UFT Arquivista
UFMT
2014 Prova / Gabarito
UFT Arquiteto e Urbanista
UFMT
2014 Prova / Gabarito

» Ver lista completa

Sobre Prefeitura Rondonópolis

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.

Comentários

Mais Lidas