MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Auxílio Brasil: confirmado os últimos 5 pagamentos de R$ 400 nesta semana. Confira

Pagamento do Auxílio Brasil foi iniciado nesta segunda (18) para beneficiários com NIS final 1; calendário de julho realiza últimos depósitos de R$ 400

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 18/07/2022, às 14h54

Um homem segura celular aberto com o programa Auxílio Brasil
Um homem segura celular aberto com o programa Auxílio Brasil - Canva - Auxílio Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O Auxílio Brasil confirmou os últimos 5 pagamentos de R$ 400 nesta semana. O calendário de julho tem início nesta segunda-feira (18) com beneficiários NIS com final 1 e segue até sexta-feira (22) NIS com final 5. A liberação dos recursos será feita até o dia 29 de julho. Confira o calendário do programa. 

A folha de pagamento de julho fechou antes da promulgação da PEC dos Benefícios Sociais pelo Congresso Nacional, que aconteceu semana passada. Por conta disso, não foi possível pagar o valor mínimo de R$ 600 para as famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. O valor médio neste mês será o de R$ 408,80, acima do valor médio aplicado em junho, que chegou a R$ 402.

+++ São Paulo anuncia mais uma redução no ICMS de combustível; confira

Confira calendário de pagamento do benefício em julho 

  • NIS com final 1: dia 18 de julho (segunda-feira);
  • NIS com final 2: dia 19 de julho (terça-feira);
  • NIS com final 3: dia 20 de julho (quarta-feira);
  • NIS com final 4: dia 21 de julho (quinta-feira);
  • NIS com final 5: dia 22 de julho (sexta-feira);
  • NIS com final 6: dia 25 de julho (segunda-feira);
  • NIS com final 7: dia 26 de julho (terça-feira);
  • NIS com final 8: dia 27 de julho (quarta-feira);
  • NIS com final 9: dia 28 de julho (quinta-feira); 
  • NIS com final 0: dia 29 de julho (sexta-feira).

Governo vai conseguir zerar a fila do Auxílio Brasil? 

Promulgada no Congresso Nacional a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), popularmente conhecida como PEC dos Benefícios sociais, que autoriza o estado de emergência nas contas públicas do país e, ao mesmo tempo, concede o aumento de R$ 400 para R$ 600, mensal no valor do Auxílio Brasil. Saiba mais detalhes. 

Com esse reajuste até o final de 2022 e de outros auxílios, a União terá gasto extraordinário de R$ 42 bilhões. O governo federal tem como plano utilizar parte do recurso para a inclusão de famílias de baixa renda que estão à espera para ter acesso ao benefício. Cerca de 2,78 milhões aguardam para entrar no programa, segundo informações da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Com a promessa do governo, a espera de milhões de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza pode chegar ao fim. Já que o Planalto quer zerar fila dos que realizaram a inscrição no CadÚnico para ter acesso ao benefício e ainda não começou a recebê-lo. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.