MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Criança morre após ser esquecida em van escolar em dia de forte calor em São Paulo

Familiares da vítima foram chamados ao hospital para prestar esclarecimentos e receber apoio. Auxiliar do motorista também deverá prestar depoimento sobre o ocorrido

Familiares da vítima foram chamados ao hospital para prestar esclarecimentos e receber apoio
Familiares da vítima foram chamados ao hospital para prestar esclarecimentos e receber apoio - Prefeitura de Jundiaí
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 14/11/2023, às 20h14 - Atualizado em 15/11/2023, às 00h22

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Na manhã desta terça-feira (14), uma tragédia ocorreu na Vila Maria, Zona Norte de São Paulo, quando uma criança de dois anos foi esquecida na van escolar. O motorista do veículo só encontrou o menino à tarde e o levou ao Hospital Municipal Vereador José Storopolli, no Parque Novo Mundo, por volta das 16h20, já sem vida.

A tarde foi marcada por temperaturas elevadas, atingindo em média 37,3°C, conforme o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas de São Paulo (CGE). Além disso, os níveis de umidade relativa do ar estavam próximos a 21%, levando a Defesa Civil a decretar estado de alerta na capital.

O motorista chegou à unidade hospitalar com o corpo da criança, informando que o menino havia sido colocado na van durante a manhã para ir à escola, mas não foi entregue. Na parte da tarde, o motorista percebeu a presença da criança no veículo, já sem vida, e a levou ao hospital. A suspeita da polícia é que o calor intenso possa ter sido um fator contribuinte para a tragédia.

Familiares da vítima foram chamados ao hospital para prestar esclarecimentos e receber apoio

A auxiliar do motorista também deverá prestar depoimento sobre o ocorrido, que está sendo investigado no 39º DP. Laudos periciais serão fundamentais para confirmar as causas da morte.

Os familiares da vítima foram chamados ao hospital para prestar esclarecimentos e receber apoio. A Prefeitura de São Paulo emitiu uma nota lamentando o caso e informou que está prestando apoio aos familiares. Além disso, a Diretoria Regional de Educação (DRE) acompanha o caso, acionando o Núcleo de Apoio e Acompanhamento para a Aprendizagem (NAAPA) para oferecer suporte psicológico à família.

O condutor do Transporte Escolar Gratuito (TEG) foi descredenciado, e um processo administrativo foi aberto para apurar a conduta do profissional.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.