MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Entenda o motivo da gasolina no Brasil ser uma das mais caras do mundo

O litro de gasolina no Brasil é cerca de 15% superior ao preço médio em 170 países. Capacidade de refino do país não consegue atender a demanda nacional

Pedro Miranda* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 19/04/2022, às 20h31

Preços da gasolina no Brasil estão fora de sincronia com a paridade internacional
Preços da gasolina no Brasil estão fora de sincronia com a paridade internacional - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Os brasileiros sentem no bolso o preço da gasolina todos os dias. E muitos não entendem o motivo dela se manter tão cara em terras tupiniquins. Só pra se ter uma ideia, segundo uma pesquisa realizada no site da consultoria Global Petrol Price, o preço do litro de gasolina no Brasil é cerca de 15% superior ao preço médio em 170 países.

Quando foram divulgados os dados na segunda-feira (11), o custo de um litro de combustível em um posto brasileiro era de R$ 7.192, e até aquela data, o valor arrecadado pela consultoria da Agência Nacional do Petróleo (ANP) era de R$ 7,22. A média mundial é de 6,29 reais.

De acordo com os dados mais recentes, o Brasil ocupa a 118ª posição entre 170 países onde os preços variam de baixos a altos. Em outra perspectiva, o Brasil estaria na 53ª posição entre os países mais caros para a gasolina.

Esses números levam em consideração o valor final do consumidor, incluindo impostos, custos de logística e, em alguns casos, subsídios aos combustíveis. Embora os preços das bombas no mercado nacional fossem superiores à média mundial, isso não significa que os valores aqui serão necessariamente revistos.

Levando em conta o custo de abastecimento de um tanque de combustível de 40 litros, isso equivale a 10,8% da renda média mensal do Brasil. Esses números são, na verdade, o dobro dos números verificados, por exemplo, na Argentina.

De acordo com os preços globais da gasolina, em geral, os países mais ricos têm preços mais altos. Por exemplo, o preço médio nos Estados Unidos (5,59 reais) é quase a metade do aplicado na Europa, e está em linha com o valor no México (5,476 reais), com exceção dos Estados Unidos.

Gasolina no Brasil é 6% inferior ao preço de referência no exterior

A política de preços da Petrobras segue as cotações das refinarias de derivados de petróleo da região, que é considerada a melhor opção de abastecimento para o mercado brasileiro, geralmente o Golfo do México, que concentra a maior parte da capacidade de refino dos EUA. A taxa de câmbio e o custo dos produtos importados também são levados em consideração.

Por meio desse conceito, os preços da gasolina no Brasil estão fora de sincronia com a paridade internacional. Segundo cálculos da Associação dos Importadores de Combustíveis (Abicom), o preço no país é 6% inferior ao preço de referência no exterior, equivalente a 0,24 reais por litro, segundo dados da última segunda-feira (18).

O Brasil é um dos 10 maiores produtores, mas a capacidade de refino não consegue atender a demanda nacional, resultando na necessidade de importar até 20% do consumo local. Os dados globais de preços da gasolina também mostram que o Brasil tem um dos maiores gastos com combustível em relação aos níveis de renda em comparação com os países da África e da América Central, com 4,8%.

Venezuela tem a gasolina mais barata do mundo 

Países mais pobres, produtores e exportadores de petróleo tendem a ter preços bem mais baixos, segundo a consultoria. No entanto, alguns produtores europeus adotaram impostos mais altos sobre os combustíveis fósseis para reduzir o consumo ou criar reservas de recursos para outras políticas públicas. É o caso da Noruega, que tem o quarto preço mais alto (R$ 11.336 por litro).

Há também alguns grandes produtores com preços extremamente baixos, como a Venezuela (0,117 reais por litro), que tem a gasolina mais barata do mundo. Os preços na Rússia e na Arábia Saudita também estão abaixo da média global (ambos em 2,915 reais por litro).

Os preços do petróleo no Brasil estão próximos aos de outras grandes economias emergentes, como outro grande produtor, China e Índia, em torno de R$ 7,00 por litro.

- Com informações da Folha de São Paulo

*Estagiário sob supervisão do jornalista Jean Albuquerque

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.