MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Estado de São Paulo cria 320 mil vagas de emprego com carteira assinada

O Estado de São Paulo demonstrou um bom desempenho na geração de empregos com carteira assinada no primeiro semestre deste ano, segundo pesquisa da Fundação Seade

Pessoa segura carteira de trabalho com notas de cem reais em seu interior
Pessoa segura carteira de trabalho com notas de cem reais em seu interior - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 06/09/2023, às 22h39

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O Estado de São Paulo demonstrou um desempenho notável na geração de empregos no primeiro semestre deste ano, segundo dados divulgados pela pesquisa Emprego Formal da Fundação Seade. No mês de junho de 2023, o estado registrou um saldo de 43 mil novas vagas de emprego com carteira assinada, representando um aumento de 0,3% em relação ao mês anterior.

Entretanto, o destaque principal foi o acumulado dos sete primeiros meses do ano, de janeiro a julho, quando o estado criou um total de 320 mil novas novos postos de trabalho formal. Esse número representa aproximadamente 30% de todas as novas oportunidades de emprego criadas no Brasil durante esse período.

Com isso, o estoque de empregos formais em São Paulo alcançou a marca de 13,4 milhões. Os dados foram obtidos a partir do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego e revelam o impacto positivo das políticas de emprego adotadas no estado.

+Após ciclone, saque do FGTS de R$ 6,2 mil será liberado para mais de 50 cidades

Setor que mais criam vagas de emprego com carteira assinada

No mês de julho, houve 578 mil admissões e 535 mil desligamentos, gerando um saldo positivo de 12.085 empregos com carteira assinada. Segundo o Governo de São Paulo, o crescimento no número de empregados com carteira assinada foi registrado em todos os setores da economia, pois as empresas estão investindo no estado.

Os setores que mais se destacaram foram os de:

  • serviços, com a criação de 12.085 empregos
  • comércio, que gerou 11.917 novos postos de trabalho
  • indústria, que contribuiu com 7.810 vagas
  • construção, com 6.431 vagas
  • agricultura, pecuária e pesca, que geraram 5.088 postos

A pesquisa revela que houve variação positiva no emprego em todos os segmentos, com destaque para agricultura (1,4%), construção (0,9%), comércio (0,4%), indústria (0,3%), e serviços (0,2%). Dentro do setor de serviços, as ocupações em saúde humana e serviços sociais lideraram com 4 mil posições criadas, seguidas por alojamento e alimentação, que contribuíram com mais 4 mil vagas.

+Vaga de emprego para pessoa com deficiência: feira online oferta 9 mil oportunidades

Transporte, armazenagem e correio também tiveram um desempenho sólido, gerando 3 mil postos de trabalho. O Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) tem sido uma referência nacional por mais de 40 anos na produção e disseminação de análises e estatísticas socioeconômicas e demográficas do Estado de São Paulo.

+++Acompanhe as principais notícias sobre emprego, carreira, concursos públicos e benefícios sociais no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.