MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Inflação sobre os aluguéis registra a maior alta da história, diz FGV-Ibre

São Paulo foi a cidade pesquisada com a maior variação da inflação sobre os aluguéis no Brasil, com 1,27%

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 06/05/2022, às 12h12

Chaves de um imóvel
Chaves de um imóvel - Freepik - Inflação do aluguel
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O aumento contínuo dos preços segue como uma das principais preocupações para o bolso do brasileiro. O novo indicador da inflação sobre os aluguéis residenciais, o Ivar do FGV-Ibre (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas), subiu 0,82% em abril. Em março, o índice tinha avançado 0,81%. 

O Ivar mede a variação dos aluguéis nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. Para se ter uma ideia sobre o impacto dos resultados do mês de abril, no acumulado de 12 meses, o índice bateu a marca de 8,24%. Essa é a maior taxa desde o início da série histórica da pesquisa, iniciada em janeiro de 2019.

+Saque Extraordinário do FGTS ainda terá 6 pagamentos em maio; confira calendário

Entre as quatro cidades pesquisadas, a maior variação foi em São Paulo (1,27%), cuja taxa em março havia registrado inflação de 1,30%. Enquanto que a capital gaúcha, Porto Alegre, foi a única com alta da taxa de março para abril, ao passar de uma deflação (queda de preços) de 1,25% para uma inflação de 0,82% no período.

O Rio de Janeiro teve uma queda na taxa, ao passar de 1,44% em março para 0,31% em abril. Já Belo Horizonte passou de uma alta de preços de 2,32% em março para uma deflação de 0,07% no período.

A taxa acumulada em 12 meses subiu nas quatro cidades: São Paulo (de 4,09% no acumulado de março para 6,54% no acumulado de abril), Rio de Janeiro (de 7,27% para 8,7%), Belo Horizonte (de 14,11% para 14,87%) e Porto Alegre (de 4,98% para 7,17%).

O que é o Ivar, que mede a inflação dos aluguéis?

O IVAR foi desenvolvido para medir a evolução mensal dos valores de aluguéis residenciais do mercado de imóveis no Brasil.

Os pesquisadores do FGV-Ibre perceberam que o cálculo dos aluguéis sofriam algumas divergências com os dados oficiais até então, como o IGP-M. Dentre eles, a diferença de valores combinados entre os locadores e inquilinos, pois em muitos casos, o locador divulgava um valor mais alto para abrir margem para negociação. Assim, os valores fechados eram discrepantes e tinham uma diferença considerável. 

Segundo o FGV-Ibre, o Ivar tem o objetivo de oferecer um índice que reflita de maneira mais fiel a realidade do mercado imobiliário, e que sirva como bom balizador também para definição de políticas públicas.

*com informações da Agência Brasil e FGV-Ibre

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.