MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Novo programa social destina R$ 1,8 bilhão para famílias do nordeste

O novo programa social que destina R$ 1,8 bilhão para 439 mil famílias que residem no semiárido nordestino, em parceria entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) das Nações Unidas

Várias notas de cinquenta e cem reais
Várias notas de cinquenta e cem reais - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 24/10/2023, às 21h27

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em seu primeiro evento público após uma cirurgia no quadril, anunciou nesta terça-feira (24) o Projeto Sertão Vivo, Semeando Resiliência Climática em Comunidades Rurais no Nordeste, programa social que destina R$ 1,8 bilhão para 439 mil famílias que residem no semiárido nordestino.

Esta iniciativa, realizada em parceria entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) das Nações Unidas, tem o objetivo de combater a fome e enfrentar os desafios das mudanças climáticas na região.

Durante a cerimônia realizada no Palácio do Planalto, representantes do BNDES e do FIDA formalizaram o contrato de financiamento dos recursos que serão disponibilizados em todos os nove estados do Nordeste. Esses projetos foram aprovados no âmbito do edital lançado em julho deste ano.

Como vai funcionar o projeto

A parceria entre o BNDES e o FIDA se concentrará em apoiar projetos nos estados do Nordeste que visam aumentar a resiliência climática da população rural do semiárido brasileiro, incluindo agricultores familiares, assentados da reforma agrária e comunidades tradicionais, como povos indígenas, fundo de pasto e quilombolas.

Os beneficiados receberão capacitação e deverão adotar princípios e práticas que:

  • proporcionem acesso à água
  • aumentem a produtividade e a segurança alimentar de suas famílias
  • ampliem a resiliência dos sistemas de produção agrícola
  • restaurem ecossistemas degradados
  • promovam a redução das emissões de gases do efeito estufa

Inicialmente, o projeto estava destinado a quatro estados, mas o BNDES anunciou a expansão do programa com recursos próprios. Dos R$ 1,8 bilhão, R$ 1,5 bilhão serão destinados ao financiamento pelos governos estaduais, enquanto R$ 300 milhões consistirão em recursos não reembolsáveis.

O FIDA, como uma agência especializada das Nações Unidas, opera com recursos do Green Climate Fund (GCF), o braço da ONU que financia com juros baixos a adoção das metas do Acordo de Paris para combater as mudanças climáticas. O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, também participou da solenidade no Palácio do Planalto.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.