MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Polícia fecha fábrica clandestina de adulteração de cervejas na Zona Sul de São Paulo

Poiciais flagraram 31 pessoas envolvidas na adulteração das bebidas. Produtos eram manipulados em condições insalubres e sem higiene adequada

Produtos eram manipulados em condições insalubres e sem higiene adequada
Produtos eram manipulados em condições insalubres e sem higiene adequada - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/01/2024, às 11h49

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Na noite de quinta-feira (18), a Polícia Civil de São Paulo fechou uma fábrica clandestina de adulteração de cervejas localizada no Jardim Ângela, Zona Sul de São Paulo. O 2° Distrito Policial, do Centro, conduziu a operação, flagrando 31 pessoas envolvidas na adulteração das bebidas.

Durante a operação, os investigadores encontraram rótulos e tampas de marcas renomadas, como Original, Brahma Chopp, Brahma Duplo Malte, Skol e Antarctica, sendo aplicados em cervejas mais acessíveis, como Guitt’s Pilsen. No total, foram apreendidos pelo menos 683 engradados de cervejas falsificadas, além de milhares de rótulos e tampas utilizados nas adulterações.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

Os vizinhos do local denunciaram às autoridades que a fábrica operava 24 horas por dia, com intenso movimento de caminhões. O boletim de ocorrências registrou que o processo de adulteração ocorria em oito mesas de trabalho, onde os rótulos eram colados nas garrafas com cola, utilizando um rolo de tinta. As tampas também eram substituídas, modificando a qualidade do produto.

Produtos eram manipulados em condições insalubres e sem higiene adequada

Os 31 suspeitos foram detidos em flagrante e passaram a noite na carceragem do 8º Distrito Policial, do Belenzinho. Eles devem comparecer à audiência de custódia na Justiça de São Paulo às 14h desta sexta-feira (19). O grupo enfrenta acusações de associação criminosa e falsificação de gênero alimentício.

Polícia fecha fábrica de adulteração de cervejas no Jardim Ângela, Zona Sul da capital paulista. — Foto: Reprodução/TV Globo

Foto: Reprodução/TV globo

O boletim de ocorrências destacou que os agentes foram surpreendidos falsificando produtos alimentícios destinados ao consumo, tornando-os nocivos à saúde e reduzindo seu valor nutritivo. Os produtos eram manipulados em condições insalubres e sem higiene adequada.

"Ficou evidente o objetivo em falsificar garrafas de cerveja, substituindo os respectivos rótulos e tampinhas de marcas de qualidade inferior, com o intuito claro de auferir lucro indevido", afirmou o documento oficial do caso.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.