MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

São Paulo registra primeira morte por dengue em 2023; veja cuidados para prevenção

Prefeitura de São Paulo deve instalar 20 mil armadilhas em regiões com maior incidência de casos. Foram realizadas mais de 1,7 milhão de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti

Prefeitura de São Paulo deve instalar 27 mil armadilhas contra a dengue
Prefeitura de São Paulo deve instalar 27 mil armadilhas contra a dengue - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 27/04/2023, às 19h25

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo informou nesta quinta-feira (27) o registro da primeira morte por dengue na capital paulista neste ano. A vítima foi uma mulher de 47 anos, moradora da região de Casa Verde/Cachoeirinha, zona norte da cidade.

Segundo a pasta, a paciente apresentava comorbidades e começou a manifestar sintomas da doença em 16 de janeiro, falecendo oito dias depois, em 24 de janeiro. Atualmente, outros 11 óbitos relacionados à dengue estão em investigação pela SMS.

Para a confirmação de casos suspeitos, a secretaria segue as orientações do Ministério da Saúde, analisando exames laboratoriais, relatórios clínicos, aspectos epidemiológicos e atestados de óbito. Caso seja necessário, a equipe também pode realizar entrevistas com familiares e pessoas próximas do paciente para levantar informações.

+++ Nova lei torna crime a adulteração de chassi de reboques e semirreboques

Prefeitura de São Paulo deve instalar 20 mil armadilhas contra a dengue  

Desde o início do ano, foram realizadas mais de 1,7 milhão de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti na cidade, incluindo visitas residenciais, vistorias a imóveis especiais e pontos estratégicos, além de ações de bloqueios de criadouros e nebulizações.

A prefeitura também iniciou a instalação de 20 mil armadilhas de autodisseminação de larvicidas, priorizando regiões com maior incidência de casos de dengue. Moradores que desejam solicitar uma vistoria podem fazer o pedido pelo telefone 156 ou pelo site de serviços da prefeitura.

Ações simples como eliminar recipientes que possam acumular água parada, usar repelente e telas nas janelas podem ajudar a evitar a proliferação do mosquito e, consequentemente, a transmissão da doença.

É importante também buscar atendimento médico em caso de sintomas como febre alta, dor de cabeça e no corpo, e evitar a automedicação. Juntos, podemos combater a dengue e garantir a saúde de todos.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.