MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Valores a Receber: dono de R$ 2,8 milhões APARECEU para o resgate do dinheiro esquecido

BC informou nesta segunda-feira (28) que beneficiário resgatou R$ 2,8 milhões do dinheiro esquecido em bancos pelo Sistema de Valores a Receber

Notas de dinheiro
Notas de dinheiro - Canva
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 28/08/2023, às 18h10

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Um único beneficiário apareceu para resgatar R$ 2,8 milhões do dinheiro esquecido em bancos pelo Sistema de Valores a Receber (SRV) do Banco Central. A informação foi repassada à imprensa, nesta segunda-feira (28) pelo chefe de Departamento de Atendimento Institucional do BC, Carlos Eduardo da Cunha Rodrigues. 

Esse montante já é considerado o maior já resgatado por uma pessoa física diretamente através do sistema, excluindo os recursos que foram devolvidos após contato direto com a instituição financeira. Em termos de pessoa jurídica, o recorde de resgate foi de R$ 3,3 milhões.

+ Empresa de shoppings centers tem processo seletivo aberto para recém formados

Saque de valor expressivo é exceção 

É importante destacar que, apesar desse valor expressivo, a maioria dos valores a receber que estão na base do SVR corresponde a quantias abaixo de R$ 100, representando cerca de 88% do total, conforme mencionado por Gomes.

O acesso a esses recursos ganhou mais interesse da população após a divulgação do SVR pela mídia, especialmente para recuperar dinheiro que estava "esquecido", por exemplo, devido ao encerramento de contas. Gomes também alertou sobre o golpe comum envolvendo sites falsos para enganar as pessoas sobre os valores a receber.

Segundo os dados do BC referentes a junho, ainda há a possibilidade de serem sacados aproximadamente R$ 7,178 bilhões em recursos "esquecidos" nos bancos. Até o sexto mês deste ano, um total de R$ 4,432 bilhões já foram resgatados pela população, beneficiando cerca de 14,475 milhões de pessoas físicas e 571,808 mil empresas. Somente no mês de junho, foram devolvidos R$ 229 milhões.

O Sistema de Valores a Receber (SVR) foi lançado pelo Banco Central no início de 2022, com o objetivo de possibilitar que a população recupere valores que estavam inativos em bancos e outras instituições financeiras e de pagamento. 

Após um início tumultuado devido à alta demanda pelos recursos, a segunda fase do sistema, originalmente planejada para maio, foi adiada devido à greve dos servidores do BC no ano anterior. O acesso ao SVR foi retomado em março deste ano.

Quer descobrir se tem direito a receber? 

Veja abaixo o passo a passo:

  • É necessário acessar o site oficial bcb.gov.br;
  • O próximo passo é informar o número do CPF e as credenciais exigidas na tela do sistema; 
  • Para realizar o acesso, o cidadão deve ter cadastro no site gov.br. 
  • Entre no site valoresareceber.bcb.gov.br
  • Fazer login com a conta Gov.br (nível prata ou ouro); 
  • Ler e aceitar o termo de responsabilidade;
  • Verificar o valor a receber, a instituição que deve devolver o valor e a origem (tipo) do valor a receber; 
  • O sistema poderá fornecer informações adicionais, se for o caso;
  • Para sacar os valores - Clicar na opção indicada pelo sistema: "Solicitar por aqui": para devolução do valor via Pix em até 12 dias úteis; 
  • O usuário deverá escolher uma das chaves Pix e informar os dados pessoais e guardar o número de protocolo, caso precise entrar em contato com a instituição. "Solicitar via instituição": a instituição financeira não oferece a devolução por Pix;
  • O usuário deverá entrar em contato pelo telefone ou e-mail informado para combinar com a instituição a forma de retirada: Transferência Eletrônica Disponível (TED) ou Documento de Crédito (DOC).

+Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.