665 cargos para a penitenciária

O governador autorizou a Secretaria de Administração Penintenciária a abrir as vagas.

Redação
Publicado em 12/01/2009, às 12h52

O governador de São Paulo autorizou, dia 6 deste mês, a Secretaria da Administração Penitenciária a preencher 665 cargos vagos por falecimentos, demissões e aposentaddorias.

São 385 de auxiliar de enfermagem, 27 de cirurgião dentista, 135 de enfermeiro, 23 de médico clínico geral, 7 de médico psiquiatra, 56 de psicólogo e 91 de assistente social.

Nomeações que devem preliminarmente cumprir o prazo de validade em vigor, de candidatos de concursos públicos realizados.   

Comentários

Mais Lidas