Comitê pró-educação

Constituído no início deste ano por iniciativa da FESPESP (Federação das Entidades dos Servidores Públicos ...

Redação
Publicado em 24/04/2008, às 14h14

Constituído no início deste ano por iniciativa da FESPESP (Federação das Entidades dos Servidores Públicos do Estado de São Paulo) o grupo de entidades que integram o Comitê ainda não fechou um documento conclusivo a ser levado ao Governador. Ainda existem discordâncias quanto à pauta reivindicatória.

Originalmente, produto de três reuniões realizadas desde fim de janeiro na Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo, ainda pendente de revisão, discussão e posterior deliberarão, o documento prevê a incorporação e extensão das gratificações, prêmios e bônus aos aposentados, com o fim da reserva política de prêmios e gratificações que discrimina o servidor público aposentado; respeito à data-base de 1º de março, como data de revisão salarial anual, pela participação das entidades do magistério/educação no planejamento das ações pedagógicas da Secretaria de Educação, com o fim da “administração por resoluções”; revisão da atual Lei 836, sobre a carreira do magistério, para corrigir suas distorções, entre outras de relevante importância.

Integram o Comitê Pró-Educação as entidades FESPESP, APAMPESP, CCP, Liga do Professorado, Católico de Ribeirão Preto, CAPESP e AFPESP.

Comentários

Mais Lidas