Leilões

O sistema de leilões para o pagamento de precatórios alimentares tem sido combatido por quase todas lideranças

Redação
Publicado em 05/04/2007, às 12h17

O sistema de leilões para o pagamento de precatórios alimentares tem sido combatido por quase todas lideranças de servidores.

Entende o vice-presidente da FESPESP, Julio Bonafonte, que essa fórmula beneficia os devedores e subtrai direitos dos credores (servidores públicos).


Dando como exemplo: “a quantia de R$ 10 mil de crédito na proposta do leilão o credor terá que aderir com o abatimento de R$ 5 mil, se quiser receber”, adverte Bonafonte.

Hoje o número de credores está pontuado em cerca de 600 mil, sendo que 82% desse total são autores com créditos até de R$ 30 mil, ou seja, 420 mil credores do Estado. (Voltaremos ao assunto).

Comentários

Mais Lidas